sexta-feira, 22 de junho de 2012

Tags: ,

Portões de todas as nações


Persépolis era a antiga capital do Império Persa, situada a aproximadamente 70 km a nordeste de Shiraz, próximo da confluência do rio Pulwar com o rio Kur (Kyrus).

A partir de 522 a.C., foi a capital do Império Aquemênida, que na Antiguidade dominou a região do Oriente Médio. A cidade de Persépolis localizava-se no atual Irã, e foi a capital religiosa dos Aqueménidas.

Quando Alexandre III da Macedônia invadiu o Império Persa, permaneceu algum tempo na capital imperial. Um incêndio no palácio oriental de Xerxes se alastrou por toda a cidade, destruindo-a parcialmente. Há duas hipóteses sobre a origem do incêndio: uma vingança de Alexandre pelo incêndio da Acrópole, ordenado por Xerxes durante a segunda guerra greco-pérsica, ou um acidente provocado por Alexandre e seus generais durante uma bebedeira.

Em 1931, foram encontradas ruínas de um enorme palácio. Especialistas dizem que ele tinha uma avançada arquitetura.
Devido a esta descoberta Persépolis passou a ser um importante sítio arqueológico do Império Persa, onde foi encontrada uma enorme variedade de artefactos, principalmente em cerâmica e grandiosas ruínas.

Persépolis foi declarada como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO em 1979.