quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Tags: ,

Inseto gigante considerado extinto foi redescoberto em ilha do Pacífico



Uma rocha estreita e ameaçadora que é maior do que o Empire State Building, não se parece com o lugar mais acolhedor para se estabelecer um lar.

Mas isso não impediu que um inseto que se considerava estar extinto há 80 anos construísse sua última colônia conhecida na ilha de Ball Pyramid, com mais de 560 metros de altura.

Os cientistas descobriram 24 das criaturas vivas vivendo 150 metros acima do Oceano Pacífico Sul em torno da única planta que havia sobrevivido na rocha.

O inseto "lagosta de árvore", que é tão grande como uma mão humana, de alguma forma fez o seu acampamento, apesar da falta de alimentos e as condições adversas.

Ninguém pode dizer como eles chegaram lá, mas quatro já foram retirados e uma ninhada de milhares de insetos já foi criada para garantir a sobrevivência da espécie.


A "lagosta de árvore" de 6 pernas, Dryococelus australis, foi na verdade presumivelmente extinto já que nenhum havia sido visto em Lord Howe Island desde 1920.

Eles têm 12 centímetros de comprimento e são os insetos incapazes de voar mais pesados no mundo.