terça-feira, 4 de novembro de 2014

Tags:

O Estudante que processou o Facebook

estudante de direito em Viena, Max Schrems, iniciou um processo contra o Facebook, a maior rede social do mundo criada por Mark Zuckerberg. Após muitas dificuldades, o estudante de direito conseguiu um CD com toda a informação coletada durante os três anos em que fez parte desta rede. Quando impresso, o conteúdo do CD formava uma pilha de 1.200 páginas. Todo o material - histórico de chats, cutucadas, pedidos de amizade, posição religiosa, etc. - era classificado em 57 categorias que possibilitam facilmente a mineração de dados, descobrindo qualquer informação que se deseja; seja da vida pessoal, profissional, religiosa ou política. Além desse material, mesmo as mensagens, fotos e outros arquivos que ele havia deletado continuavam armazenados nos servidores do Facebook

Quando questionado sobre isto, o Facebook afirmou que apenas "removia da página" e não "deletava". Isso significa que, quando uma informação é publicada no Facebook, ela jamais é excluída. Após descobrir que o Facebook possui servidores na Irlanda, entre agosto e setembro de 2011, Schrems abriu 22 queixas contra a rede social no Irish Data Protection Commissioner, um órgão deste país. Para acompanhar o caso, o estudante de direito criou o site "Europe versus Facebook"[http://europe-v-facebook.org/EN/en.html].

Esse video é para aqueles que ridicularizam a teoria da ¨conspiração¨,é bom ficar de OLHO!
Cada um faz o que quer da vida,eu por exemplo,tenho face,mais sou mais na minha,tem uns que exageram demais no que postam e isso é perigoso,algo que eu gostaria de deixar claro,quer queiram ou não,o orkut,o msn, e outras redes sociais,também podem fazer isso,quem nos garante que eles excluem nossos dados por completo? Acho difícil...desde que nascemos somos marcados,sabem de tudo de nos,Certidão de nascimento,Rg,Cpf,Cartões de créditos,enfim...como diria Zé ramalho...¨Ê ôô,Vida de GADO,povo MARCADO,povo FELIZ!¨