quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Tags: , , ,

'Não estamos sozinho no universo' - Afirma a Nasa


É altamente improvável que estejamos sozinhos no universo, dizem especialistas da NASA acrescentando que podemos estar perto de encontrar vida alienígena.

Na verdade, poderá acontecer nas próximas duas décadas.

A NASA realizou um painel de discussão na sede da agência em Washington, onde especialistas espaciais falaram sobre a busca de planetas semelhantes à Terra que pudessem hospedar a vida.

Com base em recentes avanços na tecnologia dos telescópios espaciais, os cientistas estimam que, nas próximas décadas, vamos confirmar as suspeitas de que não estamos sozinhos.

"Eu acho que nos próximos 20 anos, vamos descobrir que não estamos sozinhos no universo", disse o astrónomo da NASA Kevin Hand nas imagens filmadas na discussão e postadas no YouTube. Veja no final do artigo o video.
O administrador da NASA, Charles Bolden, ecoou o sentimento de Hand. "É altamente improvável na vastidão ilimitada do universo que nós, humanos, estejamos sozinhos", disse ele. Este ano, o telescópio Kepler encontrou um planeta semelhante à Terra na zona habitável de outra estrela.

Na época, a observação do planeta, Kepler-186F, foi saudada como a primeira descoberta de um planeta do tamanho da Terra orbitando a zona habitável de uma estrela semelhante ao nosso sol. Os cientistas acreditam que há muitos planetas como a Terra no universo.

Alguns desses planetas poderão ser a casa de algum tipo de vida alienígena. "Os astrónomos pensam que é muito provável que cada estrela única na nossa galáxia, Via Láctea, tenha pelo menos um planeta", disse Sara Seager, do MIT.

"Em algum momento no futuro próximo, as pessoas serão capazes de apontar para uma estrela e dizer, que essa estrela tem um planeta como a Terra", acrescentou Seager.
Com o lançamento previsto de Telescópio Espacial James Webb, em 2018, a missão de caçar planetas da NASA vai ter um impulso extra. O novo equipamento está projetado para estudar a luz infravermelha, tornando mais fácil a detecção de planetas extra-solares.

Mas a NASA pode precisar de telescópios ainda maiores e mais poderosas para descobrir vida alienígena. "Para encontrar evidências de vida real irá ser precisa outra geração de telescópios", disse Matt Mountain, diretor do Space Telescope Science Institute.

"E para fazer isso, vamos precisar de novos foguetes, novas abordagens para entrar em espaço, novas abordagens de grandes telescópios - além de sistemas ópticos altamente avançados", acrescentou Mountain. Veja abaixo o vídeo. [HuffPost]