terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Tags: , , ,

Nos somos em essência estrelas mortas!



Viver ombro a ombro num pequeno planeta azul que se move através de um universo em constante expansão, faz-nos sentir muito, muito pequenos. Mas do que somos feito é realmente muito incrível.

"Estamos à procura de estrelas mortas no céu", disse Michelle Thaller, astrónoma e comunicadora de ciência do Goddard Space Flight Center da NASA, num vídeo recente postado por The Atlantic.

Cada célula do nosso corpo contém elementos criados no centro de uma estrela em colapso - desde o ferro no nosso sangue até ao cálcio nos nossos ossos e a queratina no nosso cabelo.


Isso porque nos primeiros dias do universo, a seguir ao Big Bang, apenas os elementos mais simples existiam, como o hidrogénio.

"A única coisa no universo que pode fazer um átomo maior é uma estrela", diz Thaller. "Toda a tabela periódica, cada elemento que você já ouviu falar, foi processado dentro do corpo de uma estrela. E essa estrela explodiu e aqui estamos nós".

É como o que comemorou o astrofísico Neil deGrasse Tyson disse, ecoando Carl Sagan: se você se sentir insignificante, dada a imensidão do cosmos, você não está a olhar para ele da maneira certa. "Somos literalmente feitos de poeira estelar". Veja o video abaixo para saber mais, [HuffPost]