terça-feira, 31 de março de 2015

Tags: ,

Darwin estava errado? Uma revolucionária árvore da vida promete redefinir processo evolutivo das espécies


Uma equipe de cientistas da Universidade Temple, na Filadélfia, criou um novo esquema de evolução das espécies, através de uma árvore periódica da vida, revelando, entre outros novos detalhes, que os organismos vivos se desenvolveram em um ritmo constante – o que põe em xeque todas as teorias vigentes sobre o assunto.
“O ritmo constante da diversificação que descobrimos indica que os nichos ecológicos da vida não se preenchem e tampouco se saturam”, afirmam Hedges e Kumar, autores principais do novo esquema evolutivo. Isso significa, de acordo com os cientistas, uma contradição em relação ao famoso modelo estabelecido, que prega uma desaceleração na diversificação biológica, quando, na verdade, os nichos são preenchidos pelas próprias espécies.

Leia também: 

Cientistas descobrem que o DNA humano possui pelo menos 145 genes estranhos à espécie

Mas isso não é tudo. O estudo também desafia a ideia de que a adaptação das espécies é a principal força da diversificação biológica, ao destacar a importância de eventos genéticos aleatórios, assim como o isolamento geográfico na geração de novas espécies – processo que tem uma duração média de dois milhões de anos. “A descoberta mostra que a formação das espécies é um processo com limites mais definidos do que acreditávamos antes”, afirma Hedges.
Fonte: RT