sexta-feira, 3 de abril de 2015

Tags:

Brasileiro manda carta de apoio a nazistas e eles respondem "não aceitamos latinos"

Brasileiro residente de Santa Catarina enviou carta de apoio ao nazismo alemão e obteve uma resposta nada agradável 



A Policia investiga o caso da piscina Nazista em Santa Catarina e encontraram cartas de apoio enviadas a organização nazista na Alemanha. O famoso dono da carta é um professor de história. E a resposta? Essa foi de doer.
"Não aceitamos latinos, são todos farinha do mesmo saco... um bando de pretos favelados"
Apoiar o nazismo é isso, apoiar preconceito ao seu próprio povo.

O caso da piscina com a suástica

A divulgação de uma imagem feita por um piloto de helicóptero da Polícia Civil causou polêmica em Santa Catarina. A foto mostra uma cruz suástica — mundialmente conhecida como símbolo do nazismo — impressa no fundo da piscina de uma residência na divisa entre Rio dos Cedros e Pomerode.Segundo a lei, é crime, punido com pena de dois a cinco anos de reclusão, "fabricar, comercializar, distribuir ou veicular símbolos, emblemas, ornamentos, distintivos ou propaganda que utilizem a cruz suástica ou gamada, para fins de divulgação do nazismo".
De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Civil de Santa Catarina, o diretor da Deic, delegado Laurito Akira Sato, determinou que "a delegacia de Pomerode deve receber a informação e processá-la".
Procuramos em sua residência mas não obtivemos resposta.

Leia também: 

Putin ameaça liberar imagens de satélites russos sobre 11 de setembro e recontar a história