segunda-feira, 1 de junho de 2015

Tags: , , ,

Luz solar em uma garrafa pet? Invenção de Brasileiro está circulando o mundo!





A invenção de Alfredo Moser está iluminando o mundo. Em 2002, o mecânico brasileiro teve um momento de iluminação e inventou uma maneira de iluminar sua casa durante o dia sem energia elétrica - usando nada mais do que as garrafas de plástico cheias de água e um pouco de água sanitária.

Nos últimos dois anos, sua inovação se espalhou por todo o mundo. Espera-se que seja em um milhão de casas no início do próximo ano.

Então, como é que funciona? Refração da luz solar simples, explica Moser, ele preenche um de dois litros de garrafa de plástico vazia.

"Adicione dois copos de água sanitaria para proteger a água para que ela não fique verde [com algas] ", acrescenta.

"Você fixa a garrafa com resina de poliéster. Mesmo quando chove, o telhado não vaza - nem uma gota ".

A inspiração para a "lâmpada Moser" veio a ele durante um dos apagões freqüentes no Brasil em 2002. "Os únicos lugares que tinham energia foram as fábricas - e não as casas das pessoas", diz ele, falando sobre a cidade onde vive, Uberaba ,em minas gerais.

"Um engenheiro veio e mediu a luz", diz ele. "Depende de quão forte é o sol, mas é mais ou menos 40 a 60 watts", diz ele.

Nas Filipinas, onde um quarto da população vive abaixo da linha de pobreza, e de electricidade é excepcionalmente cara, a idéia realmente decolou, estima-se que agora lá existem lâmpadas de Moser montadas em 140 mil casas.

A idéia também foi bem aproveitada em em cerca de 15 outros países, entre eles alguns como: Índia, Bangladesh, na Tanzânia, Argentina e Fiji.

Leia também: Garota de 17 anos inventa sistema que limpa água e produz energia