sábado, 13 de junho de 2015

Tags: , ,

''Formigas geneticamente modificadas poderiam substituir abelhas'' afirma expert da mosanto


Uma equipe de pesquisadores da Monsanto acredita que pode estar à beira de encontrar uma solução para a queda misteriosa em populações para as abelhas em todo o planeta, uma ameaça que põe em risco o suprimento de alimentos do mundo como um todo.






Agência de Proteção Ambiental (EPA) tem liderado a equipe de pesquisadores da Monsanto para desenvolver estratégias alternativas para conter a desordem de colapso da morte de milhares de abelhas, um fenómeno que tem vindo a aumentar na última década e se  maioria das abelhas operárias em uma colônia desaparecerem, temos então uma situação que pode "afetar drasticamente todos os alimentos do mundo", admitem os especialistas.

"Últimos estudos têm encontrado uma ligação entre pesticidas neonicotinóides, que são amplamente utilizados na cultura do milho GM. Como a agricultura GE tornou-se uma parte essencial da agricultura no mundo moderno de hoje, tivemos que desenvolver maneiras de promover tanto a continuidade da agricultura GE e a sobrevivência das abelhas, um fascinante desafio ", admite John Leere, bioquímico cabeça  do projeto.

John Leere, bioquímico cabeça em da Monsanto, acredita que uma formiga geneticamente modificada poderia, eventualmente, substituir as abelhas, no caso de um colapso total das espécies.
A equipe de pesquisadores desenvolveu uma formiga geneticamente modificada que poderia "possivelmente salvar fornecimento de alimentos do mundo".

"Nós tentamos modificar as abelhas para aumentar o seu sistema imunitário a esses inseticidas, com pouco ou nenhum sucesso", admite o especialista.

"No entanto, nós não se desesperamos e, eventualmente, começamos a testar em formiga rainhas virgens aladas e machos .''

"Através de manipulações genéticas, poderíamos, eventualmente, criar uma espécie híbrida que teriam duas características de polinização da abelha do mel comum, bem como possuir as propriedades de imunização de pesticidas de certas espécies de formigas, uma combinação perfeita que levaria milhares de anos para se desenvolver por conta própria na natureza ", explica.


De acordo com um estudo recente da Greenpeace, a maioria das melhores culturas alimentares humanas, que fornecem cerca de 90 por cento de nutrição do mundo, são polinizadas por abelhas.As estatísticas mostram um declínio da abelha do mel de cerca de 3,2 milhões de colmeias, uma redução de 90%.

Leia também: Especialista em fungos detém a patente que poderia destruir a Monsanto e mudar para sempre a agricultura