terça-feira, 14 de julho de 2015

Tags: ,

Após morte de tartarugas, Kim Jong-un manda executar chefe de aquário


Kim Jong-un, atual ditador norte-coreano, mandou executar o administrador de um aquário na região da capital do país (Pyongyang) após ficar insatisfeito com seu serviço.
Segundo informações publicadas na coluna F5 da Folha de S.Paulo, um trabalhador foi executado após a morte de dezenas de filhotes de tartaruga.

No entanto, alguns coreanos afirmaram que a culpa das mortes não era do homem que foi morto.

Durante a inspeção feita pelo líder no local, s funcionários argumentaram que as mortes se deram porque não havia comida disponível para os animais e a energia elétrica estava em falta, o que irritou mais ainda o ditador da Coreia do Norte.

A execução foi confirmada pela agência de notícias norte-coreana Daily NK.

"Ele foi executado porque alguns dos tanques não tinham os suprimentos necessários com comida e água, o que levou à morte de muitas tartarugas", disse uma fonte anônima à agência. 

Leia também: Coreia do Norte afirma: Temos a cura contra Mers, ebola e Aids