domingo, 2 de agosto de 2015

Tags: , ,

Ciêntista afirma: ''A evolução humana ainda não terminou''

Terá a evolução humana acabado? De acordo com Briana Pobiner, uma especialista do Smithsonian, a resposta é simples e clara. O ser humano ainda está a evoluir.





De fato, essa evolução está a decorrer a um ritmo crescente, graças aos avanços médicos e a uma população maior, afirmou Pobiner numa conferência de dois dias sobre o futuro dos seres humanos, do planeta, sobre vida fora da Terra e no espaço profundo.

Mas, assim como os seres humanos continuam a evoluir, os parasitas humanos estão também a evoluir. "Convido-vos a olhar pelos olhos dos nossos parentes antigos", disse Pobiner. "Por que a maioria dos ancestrais humanos se extinguiu enquanto o homo sapiens sobreviveu?"

A resposta tem muito a ver com o cérebro humano, afirma a pesquisadora. O cérebro humano representa apenas cerca de 2 por cento do peso do corpo, mas consome 20 por cento da sua energia.

As maiores mudanças evolutivas ocorreram no neocórtex, a embalagem externa do cérebro que processa o pensamento abstrato, planeamento de longo prazo, empatia e linguagem, disse claramente Pobiner.

Como os cérebros humanos continuam a evoluir, irão eventualmente desenvolver gigantescas cabeças e corpos esqueléticos, como descrito em alguns filmes de ficção científica? Historicamente, o processo de nascimento tem limitado o tamanho do cérebro, porque a cabeça dos bebes tinha para passar pelo canal do parto.

Hoje, no entanto, as cesarianas contornam esse processo. Com os avanços da fertilidade e uma melhor assistência médica pós-natal, Pobinar questiona-se: "Será que estamos a confundir a seleção natural?"

A população mundial está a crescer e uma população maior também evolui mais rápido, disse Pobiner. Mas, com o aumento dos níveis do mar e menos terra disponível, doenças à base de água e no ar podem espalhar-se mais facilmente, disse Pobiner.

O maior vírus já encontrado foi um vírus descongelado de permafrost, conhecido como Pithovirus. Enquanto este parasita não infecta os seres humanos, que outros vírus antigos descongelados seriam prejudiciais?

Por exemplo, o vírus da varíola foi erradicado em 1979, de acordo com a Organização Mundial de Saúde, mas alguns especialistas dizem que ele só foi erradicado da superfície da Terra, sobrevivendo de forma congelada.

E a evolução humana persiste em outras áreas também, como a seleção de parceiro. Um estudo recente descobriu que as barbas se tornam mais atraentes quando são raras numa população. 

Quando o "pico de barba" é atingido, tornam-se menos atraentes, afirma o estudo. As condições económicas também podem influenciar a barba, sendo que homens desempregados podem usar barbas como sinal de masculinidade, afirma Pobiner. [Livescience]