sábado, 29 de agosto de 2015

Tags: ,

Esta descoberta histórica sem precedentes irá reescrever a nossa história!

A grande mídia arqueológica está lutando para encontrar alguma razão para rejeitar e desprezar as consequências extraordinárias das escavações que estão ocorrendo agora em Gunung Padang, na Indonésia.





Desde a sua primeira exploração por arqueólogos em 1914 pensava-se que o local era uma colina natural com estruturas megalíticas de 2.500 anos de idade, em cima dela. Mas em 2010 o geólogo Dr. Danny Hilman Natawidjaja (que obteve seu doutorado na Cal Tech) reconheceu esse "monte" como uma possível pirâmide feita pelo homem e começou a explorá-la usando radar de penetração no solo, tomografia sísmica, levantamento de resistividade e outras técnicas de sensoriamento remoto, bem como algumas escavações diretas e profundas.

Os resultados foram intrigantes, o local apresenta evidências de câmaras feitas pelo homem profundamente enterradas e rendendo datas de carbono que vão para quase 26 mil anos. Esta foi a última Era Glacial, quando os nossos antepassados ​​eram supostamente (segundo o modelo arqueológica ortodoxa) nada mais do que caçadores primitivos, incapazes de construir e ter conhecimento em engenharia como esses feitos em grande escala. Seria possível que geólogo Natawidjaja desenterrou a prova de uma civilização perdida avançada da antiguidade pré-histórica? Tais idéias são heresia para os arqueólogos convencionais e com certeza o estabelecimento arqueológico na Indonésia se uniram contra o Dr. Natawidjaja e sua equipe, que pressionaram as autoridades políticas, para que ele pudesse parar suas pesquisas, embora ele não tenha parado completamente.

Dr Natawidjaja reagiu, fazendo algum lobbying de alto nível, levando o assunto ao Presidente da Indonésia por si mesmo. Houve mais atrasos a ver com as eleições na Indonésia, um ano atrás, em meados de agosto de 2014, os últimos obstáculos foram levantados e Dr Natawidjaja e sua equipe se mudou de volta para o local da Gunung Padang com total aprovação a ir em frente com a seu trabalho, incluindo a permissão para escavar as câmaras escondidas.

Os arqueólogos ficaram furiosos e imediatamente começaram a fazer lobby para começar a interromper o trabalho - felizmente sem sucesso, porque escavações preliminares têm produzido resultados que provam além de qualquer dúvida que Gunung Padang é de fato uma pirâmide feita pelo homem na antiguidade como Dr Natawidjaja há muito tempo tinha proposto. Mesmo o relativamente jovem a camada até agora escavada rendeu datas de 5200 aC (cerca de 3000 anos mais velhas que a datação ortodoxa para as Pirâmides de Gizé, no Egito). Em suma, é agora evidente para todos que o local é muito mais velho do que os 2500 anos que os arqueólogos haviam insistido por décadas.

Quanto à evolução dos trabalhos em Gunung Padang, Dr Natawidjaja escreve o seguinte:

"O progresso da pesquisa está sendo ótimo. Nós escavamos mais três pontos à direita no topo do sítio megalítico nas últimas semanas, que dão mais provas e detalhes sobre as estruturas enterradas. Descobrimos muito mais artefatos de pedra dentro das escavações. A existência da estrutura piramidal abaixo do sítio megalítico agora é alta e clara; mesmo para os não-especialistas, não é muito difícil de entender se eles vir e ver por si mesmos. Encontramos algum tipo de salão aberto enterrado por solo 5-7 metros de espessura; no entanto, ainda não entramos na câmara principal. Estamos agora trabalhando na perfuração para a localização da câmara.
Fique ligado para mais novidades!

Leia também: 8 Soldados americanos desaparecem apos achar nave de 5000 anos de idade no Afeganistão? Inacreditável!