quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Tags:

Homem compra patente de remédio contra HIV e sobe preço em 5000%

A pirimetamina existe no mercado farmacêutico a cerca de 62 anos. Ela é utilizada como tratamento padrão para recém-nascidos que sofrem de toxoplasmose, uma doença que, quando contraída durante a gestação da mãe é extremamente perigosa ao bebê. Além disso, é bastante importante para pessoas que tem qualquer tipo de doença que ataca fortemente o sistema imunológico, como o HIV, por exemplo.

Nos últimos dias, Martin Shkreli tem ganhado notoriedade nos jornais norte-americanos após registrar um aumento de 5000% no valor do medicamento, recentemente adquirido pela empresa em que ele é CEO, a 'Turning Pharmaceuticals'.

A empresa obteve o direito de comercializar o Daraprim (remédio que possui a pirimetamina como princípio ativo), nos EUA e, a partir do momento que monopolizou a venda, aumentou o valor de US$ 13 para US$ 750 por cada pílula É definitivamente um aumento bastante absurdo, não?

A candidata democrata à presidência, Hillary Clinton, classificou a ação como algo "revoltante" e, junto à Associação Médica de HIV e à IDSA (Sociedade de Doenças Infecciosas da América) fez pressão para que houvesse reajuste de valores.


"Nós concordamos em diminuir o valor do Daraprim a um ponto que seja mais acessível às pessoas e também permita a companhia a lucrar, apesar de ser um lucro bem pequeno", disse Shkreli à ABC News.

Apesar disso, ele reconheceu que o custo de produção do medicamento é baixo, mas mesmo assim disse que o aumento leva em conta "o controle de qualidade, os custos regulatórios e todas as outras coisas que uma empresa farmacêutica possui".

Fonte: Yahoo noticias

Leia também: Brasileiro descobre cura do Câncer e é preso após dar de graça medicamentos para portadores da doença