quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Tags: ,

Pesquisadores Japoneses divulgam documento do FBI que prova que os Extraterrestres existem

Existe aparentemente um documento secreto do governo sendo divulgado em toda a internet que prova definitivamente a existência de seres extraterrestres.

O documento, que foi descoberto por aqueles que trabalham no Centro Hakui de pesquisas ufológicas, em Tóquio, Japão, afirma que o FBI descobriu não um, mas três objetos voadores metálicos com numerosos extraterrestres, os quais mediam a ser cerca de um metro de altura os quais estavam dentro dos discos.


 "Um investigador das Força Aérea afirma que três discos voadores tinham sido recuperados no Novo México. Eles foram descritos como sendo de forma circular com centros levantados, com cerca de 15 metros de diâmetro. Cada um era ocupado por três humanoides de 1 metro cada que estavam vestido com uma roupa de tecido metálico de uma textura muito fina. 

De acordo com o Sr. informante, os discos foram encontrados no Novo México devido ao fato de que o Governo tem um radar de alta potência nessa área e acredita-se que incidentalmente o radar interferiu com o mecanismo de controle dos discos. 

" O FBI estão bastante preocupados com essa informação e o maior medo deles é se a informação viera ao público em geral. Qualquer um pode ter acesso a um ou mais dos 10.000 arquivos oficiais do ocorrido.

 Está escrito no memorando do FBI que: "Um investigador da Força Aérea afirma que três chamados discos voadores tinham sido recuperados no Novo México.
"Eles foram descritos como sendo de forma circular com centros levantados, cerca de 15 metros de diâmetro. "Cada um era ocupado por três humanoides de 1 metro cada que estavam vestido com uma roupa de tecido metálico de uma textura muito fina.  (via ca.news.yahoo.com). 
Você pode acessar todos os documentos do FBI sobre a queda da nave extraterrestre em Rowell clicando AQUI 

Leia também: Fotos que vazaram de OVNIs tomadas a partir de submarinos dos Estados Unidos em 1971 deixam especialistas pasmos!