segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Tags: ,

''Um El Niño como nunca se viu antes na história está chegando'' Afirmam cientistas

Especialistas acreditam que este é um ponto de viragem na história do clima terrestre. O aquecimento global vai atingir o seu pico




As temperaturas globais deverão atingir níveis recorde nos próximos anos devido ao impacto dos gases com efeito de estufa combinados com o aquecimento da superfície no Oceano Pacífico, conhecido como “El Niño”, de acordo com os cientistas. 
  
A esse fenómeno, deverá seguir-se uma “pausa” no aquecimento global, que alguns cientistas mais céticos apontam como uma evidência que contradiz as alterações climáticas em curso. 
  
No entanto, um estudo da Met Office, o serviço nacional de metereologia do Reino Unido, sugere que o mundo está a aquecer de novo e que o sistema climático da Terra está num ponto de viragem, com várias mudanças globais a ocorrer ao mesmo tempo. 
  
Uma das alterações mais significativas é o fenómeno “El Niño”, que os cientistas acreditam já estar em curso e cujo pico é esperado para este Inverno. 
  
Os anos 2014, 2015 e 2016 estão a atingir níveis recorde, precisamente devido à influência do “El Niño”. 
  
Adam Scaife, professor na Met Office, acredita que este será um ponto de viragem na história do clima terrestre. 

“É por isso que estamos a chamar a atenção para isto… estamos a assistir a tantas mudanças de uma só vez. Muitas destas coisas são naturais, já tivemos outros “El Niños” quando eramos homens das cavernas e também há evidências de variações no Atlântico que remontam há mil anos atrás”, sublinhou.
  
Ainda assim, o professor Scaife enfatiza que muitas destas alterações podem ocorrer sem a influência dos seres humanos. 
               
“No entanto, eles agora ocorrem sobretudo por influência da atividade do homem”, acrescentou.
Apesar de existir ainda algum ceticismo, os cientistas garantem que estas mudanças se devem a uma acumulação de gases que provocam o efeito de estufa na atmosfera, como o CO2 e o metano que, conjugados com as tendências naturais da Terra e dos oceanos, vão provocar um aumento acentuado das temperaturas.  

Fonte