terça-feira, 27 de outubro de 2015

Tags: , , ,

Após descoberta de ''estrela misteriosa'', cientistas sugerem que é altamente provável existir vida fora do nosso sistema solar


Existe vida fora do nosso planeta? Será que somos o centro do universo? Ou somos uma série milagrosa de eventos que não poderia acontecer mais de uma vez? Perguntas estranhas que eu conheço, e que muitos outros já fizeram ainda estão a nos incomodar.




Mas nos últimos dias, nós temos recebido notícias da grande mídia, como ''The Independent'' e ''The Atlantic'' e depoimentos de cientistas altamente credíveis, confirmando que é muito provável existir vida extraterrestre no espaço.

No hemisfério norte, logo acima da Via Láctea, há duas constelações chamadas de Cygnus e Lyra. Situada entre estas duas constelações existe uma estrela incomum chamada de KIC 8462852 que só é visível com o  telescópio espacial Kepler e está causando um alvoroço enorme em círculos astrológicos.

Vários astrônomos assinalaram esta estrela em particular como "interessante" e "bizarra", Afirmando que esta estrela estaria produzindo padrões de luz estranhos que eram diferentes de todas as outras que o Kepler estava analisando.

Em um podcast da universidade de Yale, o astrônomo Tabetha Boyajian disse: "Nós nunca vimos nada como esta estrela, isso é realmente estranho. Achamos que pode ser uma nave espacial, mas vamos aguardar mais estudos antes de tomar conclusões precipitadas.''

Este tipo de padrão é aquele que é de estrelas mais jovens. Mas esta estrela não é jovem. Se fosse, estaria rodeada por destroços que emitem luz infravermelha adicionais e não parece haver qualquer excesso de luz infravermelha em torno desta estrela.
Boyajian, publicou recentemente  um documento olhando para todas as diferentes explicações possíveis para KIC 8462852 e encontraram apenas uma pequena chance de ser altamente natural:  Outra estrela teria de ter puxado uma série de cometas em direção KIC 8462852.

Jason Wright um astrónomo da Penn State University e Andrew Siemion, o Diretor de SETI (Busca por Inteligência Extraterrestre) decidiu publicar um relatório sobre o sistema de estrelas, com a possibilidade de que este sistema ser criado por vida inteligente.

Tabetha Boyajian, Jason Wright e Andrew Siemion estão agora trabalhando em um estudo seríssimo para tirar conclusões de que essa estrela possa estar associada à atividade tecnológica.

Se tudo correr bem, o estudo terminara em janeiro, no máximo em 2016.

Os próximos meses devem revelar muito, mas este poderia ser um avanço enorme e poderia finalmente ser alguma evidência tangível que aponte para a existência de vida fora da Terra.

Leia também: Rússia avisa: Se os EUA não contarem a verdade sobre os Extraterrestres, nós contaremos!