sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Tags: ,

Arqueólogo descobre em 1909 imensas cidades subterrâneas com centenas de gigantes

O primeiro relato moderno mais famoso a cerca de gigantes e cidades subterrâneas apareceu no dia 05 de abril de 1909 na edição do ''Diário Arizona'', escrito pelo Explorador GE Kinkaid , que afirma ter descoberto uma enorme "cidade subterrânea", enquanto explorava o Rio Colorado no Grand Canyon. 


Segundo o relato Kinkaid explorou um túnel que se estendia por quase um uma milha, Kinkaid encontrou esse cidade estranha durante a exploração.


Segundo ele, a cidade estava cheia de marcas esculpidas com algum tipo de hieróglifos, e abrigava uma estátua de pedra gigante que ele descreveu como sendo semelhante a Buda.

Armas de cobre cobriam as paredes, mas o aspecto mais intrigante desta antiga residência era um local de adoração / túmulo onde foram encontrado múmias, todas em um tecido escuro. As múmias eram supostamente mais de 3 metros de altura. Para alimentar o fogo da conspiração, e para manter alguém de encontrar os gigantes da cidadela-se, o governo dos Estados Unidos supostamente fechou a área do canyon da vista do público.

A seguir, a matéria original dos gigantes na América do Norte.

Perto de Nevada - Califórnia - zona da fronteira com o Arizona, 32 cavernas dentro de uma área 180 milhas quadradas foram descobertas e segundo os exploradores elas contiam os restos mortais de antigos, estranhamente fantasiados gigantes de 4 metros a 5 de altura. Eles haviam sido encontrados vestindo peles de animais desconhecidos semelhantes a ovelhas, vestidos com roupas formadas em jaquetas com calças descritas como "ternos pré-históricos". O mesmo local de sepultamento havia sido encontrado 10 - 15 anos antes por um outro homem que fez um acordo com o institudo Smithsonian. A evidência de seu achado foi roubada e encoberta por cientistas darwinianos.
Dr. F. Bruce Russell tinha vindo ao vale da morte da costa leste. Ele havia assumido mineração no oeste por causa de sua saúde e estava explorando outro lado do Rio no Colorado em Arizona. O que ele descobriu ele descreveu como o lugar do sepulto de uma hierarquia tribal de um povo antigo. Ele sentiu que alguma catástrofe desconhecida lhes tinha dirigido para essas cavernas. Todos os implementos de sua civilização estavam lá, incluindo utensílios domésticos e fogões. Dr. Russell relatou ter visto hieróglifos cinzelados no granito polido com cuidado dentro do que parecia ser um templo caverna. Outra caverna levou ao seu sagrado corredor que continha esculturas de dispositivos rituais e marcações semelhantes aos da Ordem Maçônica. Um longo túnel a partir deste templo levou a uma sala onde, Hill disse que havia, "restos bem preservados de dinossauros, tigres de dentes de sabre, elefantes imperiais, e outros animais extintos estavam emparelhados em nichos como se estivessem em exposição."
Leia também: Milhares de gigantes foram descobertos em todo o mundo - Por que nos ocultam isso?