sábado, 3 de outubro de 2015

Tags: , , ,

Família que vive há 60 anos ao lado da Área 51 quebra o silêncio

Depois de décadas de segredos e encobertas, o governo dos EUA, por fim, reconheceu oficialmente a existência da “Área 51” em 2013. A base, localizada no sul do estado de Nevada, continua causando burburinho. E agora é a vez da família Sheahan quebrar o silêncio. 


Essa família é dona, há 130 anos, da mina Groom, que fica na divisa da tão controversa área militar. Os Sheahan decidiram processar a Força Aéra e o Departamento de Energia dos EUA e pedem uma indenização pelos incontáveis problemas, “abusos e atrocidades” que tiveram que aguentar desde a década de 50.


Entre outras coisas, eles dizem que o moinho da sua propriedade foi bombardeado por um avião militar. Além disso, várias chuvas radioativas, causadas por testes com armas nucleares, provocaram danos graves em suas instalações. 

A Força Aérea dos EUA ofereceu uma quantia de US$ 5,2 milhões pela compra do terreno, próximo à Àrea 51, mas os Sheahan recusaram a proposta. “Queremos que eles saibam que o que fizeram à nossa família nos últimos 60 anos não é aceitável”, afirmam. Mas o governo ameaça tomar controle da propriedade se eles não cederam à oferta. Por enquanto, a área continua sendo alvo de debates e discussões, como, por exemplo, pelos inúmeros avistamentos de óvnis relatados com frequência pelos controladores de tráfego aéreo. 

Fonte: RT - Via History

Leia também: Tom Delonge (Blink 182) afirma estar correndo perigo por ''saber demais'' sobre os extraterrestres