terça-feira, 27 de outubro de 2015

Tags: ,

''Não existe morte como a conhecemos, a morte é uma ilusão criada pela nossa consciência'', Diz Físico renomado


O estudo da consciência ganhou uma enorme quantidade de atenção na última década à medida que começamos a perceber não só mais sobre a verdadeira natureza do nosso mundo, mas como um crescente desejo de realmente descobrir a nós mesmos. Algo que não podemos ignorar por mais tempo.




A física quântica pode ter provado que há uma vida após a morte. O Cientista Robert Lanza diz que a teoria do biocentrismo ensina que a morte, como a conhecemos, é uma ilusão criada por nossa consciência.

Robert Lanza diz que a vida cria o universo, e não o contrário. Lanza não é novato para falar bobagens, ele foi eleito pela New york times como o 3° maior cientista da atualidade. Ele vem trabalhando com clonagem e células-tronco por mais de uma década e com seu novo livro ''O biocentrismo'', ele está atraindo ainda mais controvérsia.

Suas idéias estão à frente do seu tempo o que é um problema, porque a comunidade científica atual é muito oposta a novas idéias e mudança. 

De acordo com estudo de Lanza, se o espaço e o tempo não são lineares, então a morte não pode existir em qualquer sentido real também. Nós sabemos que quando se trata dessas idéias, elas são geralmente conhecidas em um nível intuitivo e depois avançam para ser comprovada a nível científico. Pessoalmente, sinto que nós damos muita importância para o nosso lado racional e não ao intuitivo, o que nos levaria a abrir novos horizontes.

Há todo um outro lado para nós neste mundo que nos fechamos no fim de ficar tão científicos quanto possível. Este é um dos maiores obstáculos que podemos colocar em uma das mais poderosas ferramentas que temos, a nossa intuição / cérebro e coração, é então deixado de lado. O mesmo pensamento que nos permite perceber as descobertas científicas incríveis também permite que fiquemos preso nos delírios científicos e nos impedindo de ficar abertos à mudança. 

Estamos vendo isso de uma maneira enorme quando olhamos para as divisões que estão a ser criadas nos estudos médicos e campos científicos. Alguns estão segurando velhas formas, enquanto outros vêem bem a frente de nós o tempo todo, simplesmente pensando mais do que apenas a mente (com o coração.) É importante observar que, embora essas idéias pareçam ser profundas, elas têm sido conhecidas por um longo tempo, mas simplesmente não foram aceitas pela cultura atual. Quando nós vamos nos abrir de vez para as milhares de possibilidades que o cosmo nos oferece? 



Leia também: ''Mundos paralelos existem e interagem com o nosso mundo'' Afirmam Físicos