segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Tags: , ,

''Os robôs e o capitalismo são uma das maiores ameaças a humanidade'' Diz Stephen Hawking


O britânico Stephen Hawking é um dos maiores físicos teóricos da História, diretor do Centro de Cosmologia Teórica na Universidade de Cambridge e vencedor de inúmeros prêmios acadêmicos. Entre os seus trabalhos estão a descoberta que os buracos negros emitem radiação e colaborações em teoremas de singularidade gravitacional.




Nos últimos anos, tem se dedicado ao debate sobre inteligência artificial, mas apesar de todo o conhecimento científico, admite que um mistério muito o intriga: as mulheres.

“Mulheres. Meu assistente pessoal me lembra que, apesar de eu possuir um Ph.D. em Física, as mulheres devem continuar sendo um mistério”, brincou Hawking ao ser questionado por um internauta do fórum Reddit sobre qual seria o mistério que mais o intrigava.

A participação de Hawking no “AMA” (”Ask Me Anything“, pergunte-me qualquer coisa) no Reddit foi anunciada em julho, mas as respostas foram publicadas apenas nesta quinta-feira (7). O físico revelou algumas questões pessoais, como ter “Have I told you lately”, de Rod Stewart, como música preferida, e “Jules e Jim”, na versão de 1962, como filme predileto. E o último programa que considerou hilário não poderia ser outro: “The Big Bang Theory”.

Fora as amenidades, Hawking focou sua atenção nas perguntas sobre inteligência artificial. De acordo com o físico britânico, os riscos envolvidos no desenvolvimento de superinteligências “não são de malícia, mas de competência”. O temor não é que um cientista maluco crie um exército de robôs maus, como em alguns filmes de ficção, mas que as máquinas se tornem tão competentes em alcançar seus objetivos que acabem prejudicando a Humanidade.

“Você provavelmente não é uma pessoa que odeia formigas e pisa nelas por malícia, mas se estiver à frente de um projeto hidrelétrico de energia verde e existir um formigueiro na região que será alagada, azar das formigas”, exemplificou Hawking. “Não vamos colocar a Humanidade na posição dessas formigas”.

O cientista explica que, atualmente, as máquinas são criadas para realizar determinadas tarefas e cumprir metas. O problema, diz o cientista, é que, no futuro, máquinas extremamente inteligentes podem desenvolver formas de adquirir mais recursos para alcançar suas metas mais facilmente, e isso pode se tornar um problema para o homem.

Outro temor é que as inteligências artificiais se tornem melhores que os humanos no desenvolvimento de inteligências artificiais. Se isso acontecer, diz Hawking, “nós talvez enfrentemos uma explosão da inteligência que, por fim, vai resultar em máquinas cujas inteligências vão exceder a nossa mais do que a nossa excede a das lesmas”.

Mas não são apenas as máquinas que devem ser temidas, mas também a ganância humana. Com o desenvolvimento de cada vez mais máquinas, é possível vislumbrar um mundo sem o trabalho, com robôs produzindo bens e riqueza.

“Todos podem desfrutar de uma vida de luxo e lazer se a riqueza produzida pelas máquinas for compartilhada, ou a maioria das pessoas pode acabar miseravelmente pobre se os proprietários das máquinas conseguirem fazer lobby contra a distribuição da riqueza. Até agora, a tendência parece acompanhar a segunda opção, com a tecnologia aumentando cada vez mais a desigualdade”, disse Hawking. [Gazeta do povo]

Leia também: Stephen Hawking faz anuncio assustador: 'Extraterrestres nômades podem acabar com a nossa civilização'