quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Tags: ,

A grande pirâmide de Gizé seria uma máquina gigante de energia? Imagens térmicas revelam detalhes chocantes


Egito- Pesquisadores encontraram evidências de que a Grande Pirâmide de Giza possa ser uma máquina gigante de energia.




O projeto internacional chamado "Scan Pirâmides" revelou seus primeiros resultados após uma realização de exames de calor no interior da Grande Pirâmide de Gizé. Os resultados são incompreensíveis. De acordo com especialistas que analisaram a Grande Pirâmide de Giza, há "anomalias térmicas" que poderia levar a uma câmara previamente desconhecida no interior da Grande Pirâmide. O facto de existirem anomalias térmicas dentro da Grande Pirâmide é um enigma, pois acreditava-se que a temperatura no interior da pirâmide era sempre constante e igual a temperatura média da Terra, 20 graus Celsius (68 graus Fahrenheit).

Agora, após a realização de varreduras com o auxílio de câmeras térmicas, os pesquisadores identificaram vários setores dentro da pirâmide que eles não puderam explicar. Nas câmaras térmicas foram detectadas variações de temperatura em três pedras adjacentes na parte inferior das estruturas.

O comentário mais interessante após a descoberta veio de um dos investigadores do projeto: Nós não sabemos o que é, poderia ser outro material, uma passagem ou qualquer outra coisa ... temos de verificar com outros cientistas ".

Esta conclusão pode causar uma grande reviravolta em numerosas teorias do passado que sugerem que a Grande Pirâmide de Gizé seja um túmulo como se acreditava no passado distante. Existem teorias que propõem que a Grande Pirâmide de Gizé seja na verdade uma planta de energia gigante que aproveita a energia natural da terra e amplifica ela de alguma forma. Esta teoria tem sido considerada como ridícula por céticos que acreditam que algo como isso é totalmente impossível.

O scan na pirâmide permitiu a identificação de três pontos quentes especiais no meio da pirâmide que tem uma temperatura mais elevada do que o resto dos blocos.
Estes resultados anômalos sugerem que de alguma forma, o calor está vindo de baixo da pirâmide. A 'anomalia impressionante' foi encontrada na parte oriental da Grande pirâmide ao nível do solo, o que levou os pesquisadores a acreditar que poderia haver inúmeras câmaras escondidas construídas na grande pirâmide. Uma ou mais destas câmaras poderia ser responsáveis pelas variações de temperatura que foram detectadas na pirâmide.

A digitalização das pirâmides provou mais uma vez que a Grande Pirâmide de Gizé é uma construção antiga incrível cheia de enigmas e mistérios que ainda têm de ser resolvidos e explicados com precisão.

Leia também: Cientistas mostram evidencias geológicas: ''A grande esfinge foi construída cerca de 800 mil anos atras''