sábado, 14 de novembro de 2015

Tags: , ,

Atenção: Terceira guerra mundial prestes a acontecer? Putin e Obama se reúnem para combater o terrorismo


A terceira guerra mundial pode estar muito próxima de eclodir. Tudo isso porque Estados Unidos e a Rússia acabam de se oferecer para destruir o Estado Islâmico depois do massacre que ceifou a vida de quase duzentas pessoas em Paris. As duas nações não tinham nenhum acordo desde a crise civil na Ucrânia; Obama foi o responsável pela Rússia ser excluída do G20.




O porta-voz de Vladimir Putin, presidente da Rússia, disse que o país está à disposição para ajudar na investigação dos crimes desumanos dos terroristas. Já Obama fez um pronunciamento oficial dizendo que os Estados Unidos estão preparados e prontos para prestar assistência a França. Obama também condenou os ataques. Vários países estão se unindo e oferecendo apoio no combate ao terrorismo. Internautas de todo o mundo demonstram medo com uma possível união entre os dois poderosos países.

Estados Unidos tem realizado constantes ataques aéreos nas regiões dominadas pelos terroristas, o que tem destruído arsenais e jihadistas, mas também atingido inocentes que ainda vivem na região. A França, que faz parte do grupo de países que se uniram para combater o EI, começou a participar dos ataques no final de setembro e há cinco dias destruiu uma base de petróleo dos terroristas, localizada na Síria.

Após os ataques, os jihadistas assumiram a autoria do crime e comemoraram na internet, deixando claro que o massacre foi "uma lição aos franceses', possivelmente em referência ao ataque aéreo feito pelos caças franceses.

Angela Merkel, da Alemanha; Cavaco Silva, presidente de Portugal e Dilma Rousseff repudiaram os ataques desumanos e prestaram solidariedade aos franceses mortos e feridos. O presidente de Portugal enviou um telegrama oficial ao presidente francês François Hollande, expressando a sua consternação diante de tamanha barbárie com o povo francês.

O presidente da França prometeu combater de forma impiedosa o terrorismo depois do massacre que mancha a capital da moda com sangue de inocentes nessa noite.

Famílias estão desesperadas em busca de notícias de seus entes queridos. Muitas pessoas estão abrigadas na casa de desconhecidos que ofereceram abrigo durante o tumulto e dez linhas de ônibus foram disponibilizadas, sob forte esquema de segurança, para retirar sobreviventes das ruas da capital. Fonte: Br.Blasting News

Leia também: 'Nós infiltramos mais de 4 mil terroristas entre os refugiados' Afirma o Estado Islâmico