quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Tags:

Pesquisadores confirmam: Antigo labirinto subterrâneo gigante Egípcio existe e poderia reescrever nossa história


Um antigo e incrível labirinto subterrâneo egípcio foi encontrado e foi confirmado que a sua descoberta foi suprimida pela história mainstream.




Ele pode ser facilmente considerado como uma das maiores descobertas do Egito Antigo, mas poucos sabem sobre a existência do labirinto subterrâneo do Egito, que se acredita conter inúmeras respostas a própria história.

Todos nós conhecemos o quão especiais as pirâmides do planalto de Gizé são, e todos nós temos somos extremamente fascinado por trás da origem enigmática dessas pirâmides, mas há lugares no Egito que são igualmente mágicos e ainda menos conhecidos para a sociedade.




A recriação do labirinto subterrâneo gigante

Há muitas descobertas abaixo da superfície do nosso planeta que poderia mudar a maneira como olhamos para a nossa história. Uma delas é um mundo esquecido de câmaras subterrâneas e túneis que permaneceram inexploradas por séculos. Mencionados em textos antigos e lendas locais, estas câmaras misteriosas têm sido consideradas como um mito até que foram realmente descobertas.

O 'Labirinto perdido do Egito' é sem dúvida um daqueles sítios arqueológicos incríveis que são uma joia perdida na história atualmente.

''Isso eu vi realmente, um trabalho que está além das palavras. Porque, se alguém colocar juntos os edifícios gregos e a exibição de seus trabalhos, eles parecem ser inferiores, tanto em esforços e despesas se compararmos com este labirinto ... Até mesmo as pirâmides deixariam a desejar. No entanto, o labirinto supera até mesmo as pirâmides.'' Heródoto ('Histórias', Livro, II, 148),

Acredita-se que este complexo subterrâneo de cavernas misteriosas e câmaras contenha os segredos da origem da humanidade, também acredita-se que eles mantenham textos sagrados da antiga civilização perdida de Atlantis. Foi descrita por autores como Estrabão e até mesmo Heródoto que tiveram a oportunidade de visitar e registrar o lendário labirinto antes de desaparecer na história.

De acordo com a escrita por Heródoto I do século IV aC: o labirinto estava "situado um pouco acima do lago de Moiris" ('Histórias', Livro, II, 148).

O labirinto (como foi chamado por alguns no passado distante) é um complexo subterrâneo extraordinário, que poderia ser a chave para a história da humanidade. Diz-se que lá, nós poderíamos encontrar detalhes sobre civilizações desconhecidas na história, grandes impérios e governantes que viveram no planeta antes da história como a conhecemos ter inicio.

"Quando alguém tinha entrado no recinto sagrado, havia um templo cercado por colunas, 40 para cada lado, e este edifício tinha um telhado feito de uma única pedra, esculpidos com painéis e ricamente decorados com excelentes pinturas. Continham memoriais da pátria de cada um dos reis, bem como dos templos e sacrifícios realizados nele, todos habilmente trabalhados em pinturas da maior beleza ".

Com base nas descrições de textos antigos, como os de Heródoto, e outros que visitaram o labirinto mágico no passado distante, no século 17, um estudioso jesuíta alemão chamado Athanasius Kircher, criou a primeira reprodução pictórica do labirinto enigmático assim como Heródoto descreveu: Ele tem doze quadras cobertas com enormes portões em sua frente, seis em cima do lado norte e seis sobre o Sul, juntando-se em um para outro, e da mesma parede rodeia toda a parte externa; e há nela dois tipos de câmaras, estima-se que há três mil. [...]

Segundo esses autores, o templo subterrâneo consiste de mais de 3000 quartos que são preenchidos com hieróglifos e pinturas incríveis, o enigmático complexo subterrâneo está localizado a menos de 100 km do Cairo em Hawara. Lá, em 2008, um grupo de pesquisadores da Bélgica e do Egipto chegou a investigar o complexo subterrâneo enigmático, com a ajuda de tecnologia de penetração no solo, que foi utilizada para estudar a areia na esperança de encontrar e resolver o mistério por trás do complexo subterrâneo enigmático. A expedição belga-egípcia foi capaz de confirmar a presença do templo subterrâneo não muito longe da Pirâmide de Amenemhat III.

Sem dúvida, a expedição liderada por Petrie tropeçou em uma das descobertas mais incríveis da história do Egito, e eles nem sequer precisaram escavar a fim de confirmar a descoberta.

Esta incrível descoberta foi ocultada da sociedade e ninguém foi capaz de entender o porquê. Os resultados da expedição foram publicado em 2008, logo após a descoberta na revista científica da NRIAG e os resultados da pesquisa foram trocadas em uma conferência pública na Universidade de Ghent. Mas a descoberta foi rapidamente suprimida uma vez que o secretário-geral do Conselho Supremo de Antiguidades (Egipto) colocou um porão para todas as outras comunicações sobre a descoberta devido a sanções egípcias de segurança nacional.

Louis de Cordier, os investigadores da ligação da expedição esperaram pacientemente durante dois anos para que o Conselho Supremo de reconhecesse os resultados e tornassem públicos, lamentavelmente, isso nunca aconteceu. Em 2010, De Cordier abriu um site, Labirinto do Egito, a fim de fazer a descoberta disponível para o mundo inteiro. Mesmo com a confirmação dos investigadores sobre a existência do complexo subterrâneo, escavações precisam ocorrer no futuro, a fim de explorar a descoberta incrível. Acredita-se que os tesouros do labirinto subterrâneo podia conter respostas a inúmeros mistérios históricos e da antiga civilização egípcia.

A única questão aqui é ... por que esta descoberta incrível e histórica nos foi suprimida pelos governos?

Isso certamente faz você se perguntar quantos mais lugares como este existem na Terra...

Site oficial da expedição:  labyrinthofegypt.com

Você pode descobrir mais visitando o site ou página do Facebook do Labirinto do Egito

Leia também: Cientistas mostram evidencias geológicas: ''A grande esfinge foi construída cerca de 800 mil anos atras''