terça-feira, 24 de novembro de 2015

Tags: , ,

Putin se irrita e diz ao embaixador turco: "Diga ao seu presidente ditador que ele vá para o inferno junto com seus terroristas, vou fazer da Síria um grande Stalingrado''


O presidente russo, Vladimir Putin quebrou os protocolos diplomáticos existentes e , convocou pessoalmente o embaixador turco a Moscou, Sr. Ümit Yardim, e avisou que a Federação Russa deve cortar as relações diplomáticas imediatamente a menos que o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan pare de apoiar os rebeldes do ISIS na Síria, onde a Rússia mantém a sua última base naval no mar Mediterrâneo.




O presidente russo criticou duramente a política externa turca e o seu papel malévolo na Síria, Iraque e Iêmen, apoiando os terroristas sauditas, ISIS e a al-Qaeda, informou o Moscow Times, que enfatizou a conversa com o embaixador turco como uma feroz polêmica.

De acordo com a informação obtida pelo The Moscow Times, o encontro entre Putin e embaixador turco estava imbuído de intenso ressentimento mútuo onde o Sr. Yardim repudiou todas as acusações russas, Putin atribuiu boa parte culpa da culpa da guerra civil amarga e prolongada da Síria a o presidente turco. "..Diga ao seu presidente ditador que ele vá para o inferno junto com seus terroristas, vou fazer da Síria um grande Stalingrado, para Erdoğan e seus aliados sauditas que são tão cruéis quanto Adolf Hitler", respondeu Vladimir Putin numa reunião de 2 horas a portas fechadas com o emissário turco.

''Como hipócrita é o seu presidente quando ele defende a democracia e desencadeia o golpe de Estado militar no Egito'', acrescentou Putin, e ele consente simultaneamente todas as atividades terroristas que visam derrubar o presidente sírio! O presidente russo continuou dizendo que seu país não vai abandonar a administração legítima síria e irá cooperar com os seus aliados, nomeadamente o Irão e a China, para encontrar uma solução política para a guerra civil interminável da Síria. Fonte: [The Moscow times]

Veja também: Putin quebra o silêncio e diz: ''Vários países do G20 estão financiando o estado islâmico''