quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Tags: , ,

Cientistas gregos afirmam terem decifrado mensagem do primeiro "CD-ROM " do planeta, que tem 4.000 mil anos


Novos dados obtidos por cientistas gregos permitiram decifrar a mensagem escrita no disco de Phaistos, uma antiga ordem de 4.000 anos de idade. 
O disco de argila, que foi nomeado ''álbum de Festus'', foi descoberto por arqueólogos em Creta, em 1908. O objeto de 4000 anos, tem uma inscrição composta de desenhos, que se manteve a ser resolvida durante séculos, mas que agora foi decodificado, informa o portal Repórter grego. O ''CD'', que pertence à Idade do Bronze foi decifrado parcialmente graças a novas informações recebidas pelos cientistas, em particular, por Gareth Owens, do Instituto Tecnológico de Creta. 


Segundo ele, foi revelado que a mensagem está centrada na "deusa grávida", e não na "mãe grávida'' como se acreditava anteriormente. "Sem dúvida é um texto religioso. Isso ficou evidente quando comparado a outros textos religiosos de inscrições nas montanhas sagradas de Creta. Lá encontramos textos que contêm as mesmas palavras ", disse Owens, que refere-se ao disco como" o primeiro CD-ROM "da história e acredita que é um hino à Astarte, a deusa do amor. Novos dados explicaram o foco religioso do disco, que de acordo com Owens, é o melhor exemplo de uma inscrição da época minóica já encontrado.

Veja também: Bíblia de 1500 anos que era mantida em segredo é descoberta na Turquia e causa preocupação ao Vaticano