quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Tags: , , ,

Edward Snowden confirma: ''Bilhões de dólares são gastos anualmente em projetos negros dentro do governo americano''


Já em 2001, como parte do Projeto de Divulgação (Disclosure Project), Dr. Steven Greer, sargento de primeira classe alertou sobre o que ele se referia como ''Programas de Acesso Especial'' (ou uSAPs) dentro do governo dos EUA. Esses programas também são comumente referidos como projectos negros e são de natureza extremamente secreta e reservada. A pergunta que não quer calar é: Que programas tão especiais são esses?




Estes uSAPs também são escondidos da supervisão pública e contabilidade do povo americano. O Congresso dos EUA e o presidente dos Estados Unidos não têm acesso a essa informação, porque eles não possuem as autorizações necessárias e nem eles têm uma "necessidade de saber". Em 1997, um relatório do Senado dos EUA descreveu estes Programas Especiais de Acesso não reconhecidos como "tão sensíveis que estão isentos da obrigação de reporte padrão para o Congresso." Então, em 2013, o denunciante Edward Snowden deixou vazar uma documentação secreta do governo que provou que tais Programas Especiais de Acesso de fato existem. 

De acordo com o Washington Post, dos documentos revelados, existe um que afirma como 52,6 bilhões foi colocado no sentido de tais operações no ano fiscal de 2013. Enquanto os documentos orçamentais negros indicaram que bilhões de dólares são gastos nessas operações secretas a cada ano, outros sugerem que o número chega muito perto de trilhões de dólares. A maior parte do financiamento é supostamente secreto e vai para projectos que, em caráter oficial, não existem. Segundo o ex-ministro da Defesa do Canadá, Paul Hellyer (o único oficial G8 a falar sobre o assunto): "É irônico que os EUA possam começar uma guerra devastadora, supostamente em busca de armas de destruição em massa quando os desenvolvimentos mais preocupantes neste campo estão ocorrendo em seu próprio quintal. É irônico que os EUA possam estar lutando guerras monstruosamente caras alegadamente para levar a democracia para esses países, quando ele próprio não pode mais reivindicar a ser chamado de um pais democratico quando trilhões, e eu quero dizer milhares de bilhões de dólares foram gastos em projectos que tanto o Congresso como o comandante-em-chefe não sabem de nada. " 

Já em 2001 o secretário da Defesa, Donald Rumsfield tinha afirmado na frente do Comitê da Câmara: "Os sistemas financeiros do Departamento de Defesa não conseguem explicar o gasto de $ 2600000000000 em transações que não existem." Até agora, o Washington Post publicou apenas um décimo das 178 páginas de documentos relacionados com os Programas Especiais de Acesso não reconhecidos. Eles alegam que os funcionários norte-americanos que foram contactados antes de publicar a notícia haviam demonstrado preocupações sobre o "risco de fontes e métodos de inteligência" (via humansarefree.com). 



Leia também: Documentos secretos de Snowden e a Área 51 são chocantes pra você? Bem vindo ao programa espacial secreto!