domingo, 27 de dezembro de 2015

Tags:

Investigador espanhol garante ter descoberto Atlântida em mítica ilha descrita nos textos do filósofo Platão


O investigador espanhol Manuel Cuevas defende ter descoberto a Atlântida, a mítica ilha descrita nos textos do filósofo Platão, numa zona da área protegida de Doñana, na Andaluzia.




“Acredito a 99% ter encontrado a Atlântida“, declarou o investigador à Voz Digital, depois de ter analisado diversas imagens de satélite.

Manuel Cuevas, empresário autodidata espanhol de 52 anos, comunicou a descoberta à Junta da Andaluzia, depois de ter encontrado indícios de uma grande cidade velha enterrada no pinhal de La Algaida, em Sanlúcar de Barrameda, Cádiz.

As fotografias, tiradas a 700 quilómetros de altitude, foram posteriormente tratadas e aumentadas e mostram evidências daquilo que o investigador considera ser “uma grande cidade antiga”, avança a agência EFE.

As fotografias revelam formas estruturais enterradas no Cerro del Trigo, no parque natural de Doñana, local onde, segundo a mesma agência, o arqueólogo alemão Adolf Schulten pensa ter encontrado a cidade antiga de Tartesso.

“Curiosamente, é neste mesmo ponto que o arqueólogo alemão Adolf Schulten situa a cidade perdida de Tartesso, a cerca de seis quilómetros de La Algaida mas na outra margem do rio Guadalquivir”, declara o investigador.

Cuevas forneceu as coordenadas exatas do local à Consejería de Cultura de Andalucía e afirma ter identificado a existência de um edifício circular de 160 por 100 metros.

O empresário assegura que existem traços de uma “grande quantidade de pequenas estruturas de uma aldeia”, um grande recinto retangular de 64 000 metros quadrados, outra edificação ovalada e uma zona portuária, conta o El País.

Cuevas solicitou à Consejería de Cultura autorização para efetuar um estudo de tomografia elétrica, a fim de determinar a que profundidade estão as paredes mais próximas da superfície e para saber se é possível partir para uma escavação.
O espanhol vai agora apresentar à Delegação de Cultura de Cádiz um projeto de investigação, apoiado por uma universidade andaluza, para comprovar o seu achado cim um estudo dotado de rigor científico e académico.

O mito da Atlântida é um tema recorrente, e não passa um verão sem que mais um investigador assegure (sem que depois se comprove) que encontrou a famosa cidade perdida.

Veja também: Pesquisadores e Arqueólogos afirmam: ''Existem Piramides e restos de uma incrível civilização na Antártida''