quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Tags: ,

O misterioso homem de Maree: Geoglifo gigante no Sul da Austrália ainda permanece um mistério!


Gravado na areia seca do sertão árido da Austrália está localizado o maior geoglifo do mundo, conhecido como "Maree Man" ou ''homem de Maree'', uma enorme figura de um homem aborígene caçador com um pau de arremesso em mãos. 




Ao contrário de outros geoglifos antropomórficos encontrados em todo o mundo, que foram construídos por civilizações antigas, dizem que o Marree Man foi criado apenas 16 anos atrás. No entanto, a sua própria existência apresenta um dos maiores mistérios que a Austrália já viu; o geoglifo é tão grande que só é visível a partir do espaço, ainda não a uma única testemunha que pode atestar a sua criação e até hoje, o seu criador e a razão para a qual a construção permanecem desconhecidas. O geoglifo encontra-se em um platô de terra árida, cerca de 60 km (37 milhas) a oeste do pequeno município de Marree (população = 60) no Sul da Austrália. Trevor Wright, um piloto, estava voando entre os municípios de Marree e Coober Pedy em 26 de junho de 1998, quando ele avistou a figura imponente na paisagem abaixo. 

A figura é de 4,2 quilômetros (2,6 milhas) de altura com um perímetro de 15 por 28 quilômetros (9,3 por 17,4 milhas). No momento da descoberta, o esboço foi de 30 centímetros (12 polegadas) de profundidade e até 35 metros (114 pés) de largura. Especula-se que a figura foi feita por trator e poderia ter levado semanas para ser concluída, mas ninguém afirma ter visto ou ouvido nada. Não há pegadas ou marcas de pneu e um inquérito policial exaustivo efectuado no momento não desvendou o mistério. 
Não muito tempo depois de sua descoberta, vários comunicados de imprensa foram enviados para a mídia de uma fonte anônima. Uma série de características da escrita parecia apontar para um autor estrangeiro. Para começar, a carta citada tinha suas medições em milhas, jardas, e polegadas, em vez de estar sistema métrico, que é usado na Austrália. Além disso, uma série de frases e nomes, tais como "Queensland Barrier Reef" e "Terras Indígenas locais," não são termos usados ​​pelos australianos. Somando-se o mistério, um punhado de itens peculiares foram encontrados em um pequeno buraco no local, incluindo uma foto de satélite da figura, um frasco contendo uma pequena bandeira dos Estados Unidos, e uma nota que se refere aos Ramo Davidiano, um grupo de culto que foi baseado em uma propriedade perto de Waco, Texas, que foi invadido em 1993, levando à morte do líder da seita David Koresh, bem como 82 outros seguidores do Ramo Davidiano. Em janeiro de 1999, as autoridades encontraram uma pequena placa enterrada perto do nariz da figura. Era uma bandeira americana com uma impressão dos anéis olímpicos e uma citação de "O Centro Vermelho" por HH Finlayson, que dizia: "Em honra da terra que eles conheciam. Suas realizações nestas perseguições são extraordinárias; uma constante fonte de espanto e admiração ". A citação veio de uma página que descreve a caça dos wallabies e continham fotografias de caçadores que se assemelhavam ao Homem Marree. Os investigadores tentaram, sem sucesso, juntar esta colecção ímpar de pistas. No entanto, alguns sugeriram que elas poderiam ter sido plantadas como pistas falsas, para desviar a atenção do verdadeiro criador.

Teorias sobre o Marree man se espalharam, os boatos cresceram de forma rápida a espalhar-se a pequena cidade de Marree. Alguns sugeriram que a criação do geoglifo foi um golpe feita por um operador de voo panorâmico local, que serviu para lucrar com o turismo gerado pela sua descoberta. Na verdade, aviões fretados locais encontraram-se trabalhando horas extras para atender a demanda por passeios turísticos para ver a figura espetacular no chão abaixo. Outras teorias começaram a circular em que Marree Man foi o trabalho de extraterrestres ou um aviso para Pauline Hanson político sobre comentários racistas feitos sobre aborígines australianos. A teoria mais plausível é que ele foi elaborado por Bardius Goldberg, um artista australiano, que havia manifestado interesse na criação de uma obra visível do espaço. Quando questionado sobre isso, ele não iria confirmar nem negar que ele tinha criado o Homem Marree. Goldberg faleceu antes desta teoria pudesse ser investigada. O geoglifo gigante do Homem Marree se tornou um ícone da pequena cidade do sul da Austrália e um destino turístico popular, mas a famosa escultura agora mal pode ser vista. O local nunca foi tão acessível para o público em geral por estar em terras nativas, e o geoglifo está sumindo lentamente devido a erosão natural. É apenas uma questão de tempo antes que a famosa figura desapareça para sempre, levando os segredos de sua criação junto com ela.



Veja também: História proibida: Hieróglifos egípcios de 3 mil anos contem representações de naves modernas!