sábado, 2 de janeiro de 2016

Tags: ,

Incrível! Isto é como o todo o universo observavel se parece em uma única imagem


O universo é tão grande que é quase impossível imaginar com o que ele pode parecer em um campo de visão distanciado.

Mas músico Pablo Carlos Budassi conseguiu fazer isso através da combinação de mapas logarítmicos do universo de Princeton e imagens da NASA. Ele criou a imagem abaixo que mostra o universo observável em um disco.

O nosso Sol e o sistema solar estão bem no centro da imagem, seguido pelo anel externo de nossa galáxia da Via Láctea, o braço de Perseus da Via Láctea, um anel de outras galáxias próximas, como Andrômeda, o resto da teia cósmica, radiação cósmica de fundo em microondas a sobra do big bang, e, finalmente, um anel de plasma também gerado pelo big bang:
Logaritmos nos ajudaram a fazer sentido de um número enorme, e, neste caso, enormes distâncias. Em vez de mostrar todas as partes do universo em uma escala linear, cada pedaço do círculo representa um campo de visão de várias ordens de magnitude maior. É por isso que todo o universo observável pode caber dentro do círculo.



Budassi teve a idéia depois de fazer hexaflexagono para o aniversário de seu filho de um ano. (Se você ainda não viu um hexaflexagono em ação, prepare-se!)

"Então, quando eu estava desenhando hexaflexagono para o aniversário do meu filho comecei a desenhar pontos de vista centrais do cosmos e do sistema solar", disse Budassi ao site Insider em um email. "Naquele dia, a idéia de uma visão logarítmica veio e nos próximos dias eu era capaz de [reunir]-lo com photoshop usando imagens da NASA e algumas texturas criadas por mim mesmo."

Ele lançou a imagem em domínio público, e criou um algumas outras escalas de log também.