sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Tags: , , , ,

Putin: Rússia está pronta para provar que os ataques terroristas do 11 de setembro foram um trabalho interno


O presidente russo, Vladimir Putin nomeou a data que ele planeja lançar a prova de que as agências governamentais de inteligência dos EUA foram responsáveis ​​pela "demolição controlada" do World Trade Center, nos ataques do 11 de setembro.




Como um boxeador confiante em sua própria força, Putin foi absorvendo a pressão dos EUA e ganhando tempo, esperando o momento certo para atacar.

A evidência é tão explosiva que ele sabe que só tem de acertar uma vez.

De acordo com membros do Kremlin, o presidente Putin nomeou 11 de setembro de 2016 como a data que ele planeja lançar a prova dos satélites russos e provar conclusivamente o segredo mais obscuro do governo dos EUA: que os ataques do 11 de setembro eram uma bandeira falsa, um evento terrorista cometido contra seus próprios cidadãos.

Atividades terroristas secretas do governo dos EUA no país e internacionalmente serão expostas, minando a credibilidade do país no cenário mundial, e provando que Putin é o único líder mundial importante para lutar verdadeiramente contra o terrorismo e as forças mais escuras do mundo.

É bem conhecido que Putin é um fã de sincronicidade, mas há mais para a data de 11 setembro de 2016 que um simples aniversário dos ataques. É também o início de um período politicamente volátil nos EUA. Via: yournewswire.com

Não se esqueça: o mais escuro secredo do governo dos EUA é também o seu maior calcanhar de Aquiles.

Este golpe vai ser forte. Haverá protestos em massa nas cidades e raiva pública irreprimível que levarão a uma revolta popular, culminando quase certamente em revolução. O governo vai ser completamente destruído, e os que apoiam a nova ordem mundial serão lançado no caos.

2016 é o ano que Putin prometeu destruir os Illuminati. A etapa simples de escolher o momento certo para aproveitar o grande calcanhar de Aquiles americano pode muito bem ser o seu primeiro passo no sentido de sacudir o status quo e cumprir sua promessa.

Veja também: Putin alerta Barack Obama e nações do mundo: ''O Tempo do Messias já começou''