sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Tags:

Este é um dos alimentos que mais causam câncer no mundo e que você deve parar de comer agora mesmo!

Salsichas são uma das carnes processadas mais consumidas no Brasil, chegando a mais de sete bilhões consumidas a cada verão. Elas chegaram às ruas americanas no século 19, quando foram introduzidas pelos imigrantes alemães. Logo, a elas foram dadas um status de ícone e tornaram-se uma parte da cultura alimentar de muitas nações.






Mas quando você descobre de que é feito a salsicha e como elas são feitas, você pode se surpreender tanto... que nunca mais irá querer comer uma na sua vida. 

Salsichas são alimentos processados e são ​​vazios nutricionalmente falando. Não há nada de natural nelas e as fábricas produzem elas de uma maneira altamente robotizada em uma taxa surpreendente de 300.000 salsichas por hora.

Tradicionalmente, as salsichas são feitas a partir de uma mistura de carne de porco, carne de frango. Sobras de bifes ou costeletas de porco e restos de abate 'comestível' ou subprodutos de corte que também são usadas. Estas incluem: tecido adiposo, peles, pés de animais e cabeças.

Estas misturas são aterradas e misturadas em uma pasta grossa. Para fazer as salsichas, uma infinidade de aditivos são adicionadas, incluindo quantidades excessivas de sal, xarope de milho, glutamato monossódico (MSG), nitratos e outros produtos químicos (a esse respeito, leia o meu artigo anterior sobre os top 10 piores ingredientes em alimentos ).

Os aromas e sabores variam dependendo de onde os cachorros-quentes são vendidos, e como as pessoas em diferentes regiões têm diferentes gostos. O Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) não exigem que os fabricantes listem os ingredientes no rótulo, de modo que praticamente qualquer coisa seja contida neles. Algumas incluem o glutamato monossódico infame (MSG) e carmim - um corante a partir das cascas de besouros pequenos, cozidos em amónia ou carbonato de sódio.

Cachorro-quente pode causar câncer

Nitratos e nitritos são o próximo na lista de aditivos problemáticos utilizados em cachorros-quentes. Na presença de calor elevado eles combinam com aminas em carne processada para formar nitrosaminas.

E as nitrosaminas que têm sido associadas ao câncer - especialmente ao do cólon, bexiga, estômago e câncer de pâncreas.
De acordo com o Instituto Americano de Pesquisa do Câncer, um cachorro-quente por dia aumenta o risco de câncer colorretal em 21% . Mesmo os cachorros-quentes orgânicos contêm nitrito, por vezes, mesmo em quantidades mais elevadas do que os cachorros-quentes convencionais.

Carnes processadas, em geral, aumentam o risco de câncer de pâncreas em 67% de acordo com um estudo feito pela Universidade do Havaí.

Cachorro-quente pode conter objetos estranhos

Às vezes, objetos estranhos também são encontrados em seu lanche favorito. Alguns deles foram registrados: Band-Aids, cacos de vidro, lâminas de barbear, fragmentos de metal, larvas, pernas de ratos e pedaços de globos oculares.

A velocidade da produção permite que os contaminantes cheguem no produto final de forma despercebida, assim você pode obter algumas surpresas desagradáveis.

Salsichas contribuem para a obesidade infantil

Os cachorros quentes estão listados entre os alimentos ''saudáveis'' ​​que contribuem para as taxas de obesidade infantil, o que é, naturalmente, ligado a uma variedade de problemas de saúde crescente.

Se você acha que não pode viver sem cachorros quentes, então consuma de vez em quando e observe as marcas que:

Não contêm nitratos.
Que tem 100% de carne, ou 100% de frango, de modo que não tenha subprodutos 
Não contêm MSG, xarope de milho, conservantes e aditivos.
São vendidos por pequenos agricultores locais, que os produzem em suas fazendas.

O melhor de tudo, evite carnes processadas. Se você comer carne, certifique-se se trata de animais, organicamente e humanamente alimentados com capim. E não se esqueça de comer a abundância de legumes frescos com eles.

Aqui está um vídeo mostrando como cachorros-quentes são feitos:

Obrigado por tomar o tempo para ler este artigo. Se você achou esta informação útil, por favor, compartilhe com seus amigos e familiares. Seu apoio no nosso esforço de partilha de informação livre seria muito apreciado.



Veja também: Todos pensam que é uma erva venenosa… Porém na realidade é uma erva quase mágica!