sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Tags: , ,

Pesquisador diz que pintura em quadro é a prova final de que Jesus era um viajante do tempo

O que uma pintura feita em 1595 pode dizer sobre uma das pessoas mais famosas da história? Para um grupo de teóricos da conspiração, simplesmente muita coisa mesmo.


Observando a pintura A Glorificação da Eucaristia, de Ventura Salimbeni, o britânico Steve Mera afirmou ter encontrado uma prova de que Jesus era um viajante no tempo. As informações são do Daily Express.

Segundo o teórico da conspiração, no quadro está presente o satélite Sputnik. A questão é que ele foi lançado em 1957 pela União Soviética. Quase dois milênios depois do surgimento de Jesus.

“Ele não era capaz de fazer água se transformar em vinho? Então talvez ele não fosse um ser humano qualquer para aquela época, a semelhança do objeto do quadro com o Sputnik seria um sério indício disso”, afirma Mera.

A teoria, é claro, foi bastante mal recebida pelo grande público. Para essas pessoas, a teoria de Mera não só é completamente maluca como também acaba desrespeitando a crença das pessoas.
Em sua defesa, o teórico explica que não desmerece nenhum dos ensinamentos ou feitos realizados por Jesus Cristo. Diz, apenas, que enxerga a história contada para todos de um jeito peculiar e diferente, mas sempre respeitoso. Fonte: Yahoo noticias

Veja também: 'Jesus foi um extraterrestre e suas origens estão sendo ocultadas a sete chaves pelo vaticano'