quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Tags: ,

''Podemos estar vivendo em uma galaxia zumbi que morreu há mais de um bilhão de anos atrás'' Dizem cientistas


Kevin Schawinski, do Swiss Federal Institute of Technology, em Zurich, explica que as galáxias morrem quando param de formar novas estrelas.
E é bem possível que a nossa via láctea já esteja morta.





Schawinski diz: “é bem possível que a via láctea seja um zumbi que morreu há mais de um bilhão de anos atrás”.

A encruzilhada da evolução de uma galáxia é chamada de Green Valley.

O termo se refere a uma formação de estrelas que oscilam entre a coloração azul e a vermelha, que indicam a evolução da galáxia.

A lentidão da utilização do gás na formação de estrelas significa o declínio terminal de uma galáxia, o “momento gatilho”, que ocorreu há bilhões de anos.

A galáxia de Andrômeda, a mais próxima de nós, está no Green Valley e provavelmente começou seu declínio eras atrás: é uma galáxia zumbi, de acordo com nossas pesquisas mais recentes.

Ela está morta, continua em movimento e produzindo estrelas, mas em uma taxa muito menor do que uma galáxia faria normalmente.

Se a via láctea está no Green Valley, é complicado dizer, pois não podemos comparar facilmente o funcionamento de outras galáxias mais distantes.

Mesmo com dados um pouco incertos, parece que a Via Láctea está nos seus últimos milhões de anos. Fonte: Yahoo notícias

Leia também: Cientistas australianos afirmam ter encontrado o maior sistema solar do universo