quarta-feira, 9 de março de 2016

Tags:

Cientistas confirmam: ''Estatua humanoide russa com códigos é três vezes mais velha do que as piramides''

Com muito esforço, uma equipe de cientistas alemães conseguiu chegar ainda mais perto da idade definitiva da, talvez, estátua de madeira mais antiga do mundo, que contém códigos secretos, criptografados há mais de 9 mil anos.

Trata-se do chamado “Ídolo de Shigir”, encontrado em 1890 na região de Sverdlovsk, nos Urais, que é duas vezes mais antigo que as pirâmides egípcias e, no entanto, se manteve preservado, como se fosse uma cápsula do tempo, em um pântano, na periferia ocidental da Sibéria (assista ao vídeo no final do texto).

A estátua representa uma peça única, muito viva e complicada ao mesmo tempo. “Não há uma escultura tão antiga em toda a Europa”, assegura o historiador Thomas Terberger. Os especialistas sustentam que a relíquia possui informações codificadas sobre “a criação do mundo” tal como a entendia o homem mesolítico da Idade da Pedra. “O ornamento está coberto apenas de informação criptografada. As pessoas transmitiam os conhecimentos com a ajuda do ídolo”, afirma o professor Mikhail Zhilin. 

Enquanto isso, Svetlana Savchenko, a responsável pela manutenção do ídolo no museu histórico de Ekaterimburgo conclui que “uma linha reta poderia significar a terra ou o horizonte, o limite entre a terra e o céu, a água e o céu, ou a fronteira entre dois mundos”.


A cada dia que passa, os cientistas se aproximam mais da data precisa da estátua, que é um exemplo impressionante da criatividade do homem antigo, segundo alguns estudiosos do caso. Resultados mais exatos sobre sua idade estarão disponíveis no início do ano que vem. Fonte: History Channel

Veja o vídeo sobre a enigmática estátua:



Veja também: Cientistas ficam abismados com pinturas rupestres de extraterrestres e OVNIS de mais de 10 mil anos