sexta-feira, 29 de abril de 2016

Tags: ,

História proibida: ''Vaticano oculta uma antiga raça de gigantes brancos que foi descrita pelos indígenas''

Os seres gigantes são mencionados em várias culturas e civilizações antigas ao redor do mundo, a sua existência é uma parte fundamental do folclore e história humana. A sua presença e existência é confirmada em textos religiosos, como os outros textos sagrados antigos da Bíblia e muitos outros. No entanto, por algumas razões misteriosas, os estudiosos tradicionais acham muito difícil de acreditar que tais seres existiram no passado.

De acordo com o Codex Rios,do Vaticano, um códice que é a tradução italiana de um antigo manuscrito escrito durante a conquista espanhola, os seres gigantes viveram na Mesoamérica. De acordo com as representações do códice, guerreiros astecas lutaram contra os seres gigantes, e curiosamente no manuscrito antigo, ao lado da imagem do gigante podemos ver o nome do gigante: Quinametzin que na tradução significa ''os antigos''.
Curiosamente, é dito que os gigantes Quinametzin construiram a antiga cidadela de Teotihuacan (Lugar onde os homens se tornam deuses) e da Grande Pirâmide de Cholula. Dez Quinametzin são mencionados na antiga mitologia asteca. Diz-se que quando os conquistadores espanhóis chegaram à América, eles viram os verdadeiros gigantes.

Segundo a lenda, e contos da invasão espanhola no livro "The Broken Spears" Os gigantes viveram entre os astecas, e um de seus heróis, Tzilacatzin ajudou a combater os espanhois durante uma tentativa de aquisição hostil da antiga cidade de Tenochtitlan.

Tzilacatzin conseguiu defender Tenochtitlan, atirando enormes pedras contra os conquistadores espanhóis, e sua coragem e força pode ser visto no Codex florentino.

Como você pode ver, os seres gigantes são amplamente mencionado nos tempos antigos, e não apenas foram alguns desses seres gigantes considerados como divinos, alguns deles como Tzilacatzin são de carne e osso e isso à prova que tais seres viveram entre os humanos no passado distante.

Havia gigantes [Nephilim] na terra naqueles dias, e também depois, quando os filhos de Deus entraram às filhas dos homens e que tiveram filhos com elas. Aqueles eram os valentes que houve na antiguidade, os homens de renome (Gênesis 6: 4)
Dominicana Fray Diego Duran diz-nos muito sobre a história e cultura asteca seus escritos oferecem alguns dos mais antigos textos sobre os antigos astecas, sua vida, religião, costumes e mitologia. Duran aprendeu quase tudo o que há para aprender sobre os antigos astecas, o que nos fez ganhar a sua confiança no tema, ele teve acesso ao material mais antigo do qual ninguém antes dele tinha. Quando se trata de seres gigantes, Duran escreveu o seguinte:  "Não se pode negar que houve gigantes neste país. Posso afirmar isso como uma testemunha ocular, para que conheci homens de estatura monstruosas aqui. Eu acredito que há muitos no México que vão se lembrar, como eu, um índio gigante que apareceu em uma procissão da festa de Corpus Christi. Ele apareceu vestido de seda amarela e uma alabarda em seu ombro e um capacete em sua cabeça. E ele era cerca de 3 metros mais alto do que os outros ". -Fray Diego Duran,  The Aztecs  (New York: Orion Press, 1964)., Pp 5-6. O manuscrito ficou por quase três séculos na Biblioteca Nacional de Madrid. O primeiro dos três volumes do que foi publicado pela primeira vez em 1867, sob o título História da Nova Espanha.

Veja também: História proibida: Antigos egípcios utilizaram eletricidade há mais de 4.000 anos atrás