sexta-feira, 27 de maio de 2016

Tags:

A semente da abobora é Poderosíssima ! Nunca mais você jogará no lixo após saber dessa informação!

Infelizmente ainda poucas pessoas sabem, mas depois de teres conhecimento de certeza que vais pensar duas vezes antes de as deitares para o lixo.

Deitar fora as sementes da abóbora é o que a grande maioria das pessoas faz.
O uso medicinal da semente de abóbora (ou jerimum) é comum em vários povos, como os chineses, cuja milenar medicina é uma das mais sábias e eficazes.

As sementes contêm de 44% a 50% de fração oleosa (rica em ácidos graxos mono e poli-insaturados), elevado teor de fibras (23-27%) em relação às demais sementes, albuminas (proteínas – 37% a 40%), cucurbitacina, sais minerais, especialmente zinco, magnésio e potássio, vitaminas do complexo B, sais do ácido fólico (folatos) e outros nutrientes.
A presença da substância cucurbitacina confere à semente de abóbora reconhecida propriedade anti-inflamatória, principalmente nas doenças da próstata e do sistema urinário.

Ela é ainda um ótimo vermífugo para adultos e crianças.

O psicólogo Jonny Bowden (Doutorado em nutrição pela Universidade Clayton/EUA), que se dedica à pesquisa dos alimentos há duas décadas, fez em 2008 uma lista dos dez alimentos para os quais damos pouca atenção, mas que deveriam fazer parte da alimentação diária.

O décimo item da lista é a semente de abóbora, por ser uma boa fonte de magnésio, e, segundo estudos franceses, pessoas com altas taxas de magnésio no sangue têm 40% menos probabilidade de sofrer uma morte prematura do que aqueles com baixos índices.
As sementes são mais terapêuticas se consumidas frescas e cruas, com ou sem casca. E para isso o ideal é deixá-las de molho durante a noite e batê-las num sumo ou num batido pela manhã.

A semente de abóbora torrada e salgada, como normalmente comercializada, não apresenta o mesmo valor terapêutico da semente crua.

Rica em ácidos graxos monoinsaturados, pesquisas têm comprovado que o óleo contido nas sementes de abóbora apresenta resultados benéficos no tratamento de problemas da vesícula (congestão e cálculos) e próstata (hiperplasia).

Outros benefícios da semente de abóbora:

para o coração: óleo contido na semente da abóbora é comparável ao azeite de oliva extravirgem.

pressão alta: rica em potássio, mineral que cumpre importante função no controle da pressão arterial.

prisão de ventre: a concentração de fibras na semente de abóbora é bastante elevada, o que torna o consumo diário desta semente muito indicado na prevenção e tratamento da prisão de ventre.

pele, cabelo e olhos: rica em vitamina E, de reconhecida ação antioxidante, o consumo diário desta semente pode ser um coadjuvante no combate ao envelhecimento precoce, não só da pele, como das células de todo o organismo.

Ela também é rica em vitamina A, que previne doenças como a degeneração macular.
próstata: considerada um dos melhores tratamentos naturais na prevenção de problemas da próstata e trato urinário.

Receita para problemas de próstata: 

Cozinhe 150 gramas de sementes inteiras de abóbora (frescas e cruas, sem descascar) num 1 litro de água filtrada por 20 minutos em fogo lento. Deixe arrefecer e transfira para uma garrafa ou recipiente de boca larga.

Não é necessário coar, pois as sementes permanecerão no fundo, e poderão ser deitadas fora após o total arrefecimento. Tome um copo desta água três vezes ao longo do dia.
elimina vermes: devido a cucurbitacina. Para um tratamento de dose única, a indicação é de 100 a 150 gramas (crianças) e 200 a 250 gramas (adultos) em jejum.

Receita de xarope de sementes de abóbora (para asma, tosse e bronquite)

Ingredientes

60 gramas de semente de abóbora
2 colheres (de sopa cheias) de mel
1 xícara (chá) de água
20 gotas de extrato de própolis

Modo de preparo

Bater todos os ingredientes no liquidificador. Bata muito bem para deixar as sementes bastante trituradas.
Tome 1 colher (chá) 5 vezes por dia. Pode ser consumido por crianças a partir dos 2 anos, porém a dose deve ser reduzida à metade na faixa etária que vai dos 2 aos 7 anos.
Receita de farinha de sementes de abóbora (para colesterol, triglicérides, diabetes e prisão de ventre)

Ingredientes

Modo de preparo

Deixe as sementes de molho em água filtrada por algumas horas. Depois, seque-as com o auxílio de um pano e leve-as ao forno moderado por 10 minutos.

Feito isso, torre as sementes numa frigideira até que fiquem douradas (cuidado para não as queimar). Bata as sementes secas no liquidificador e depois peneire para obter um pó fino.
Guarde a farinha num pote com tampa. A dose recomendada são, no máximo, 3 colheres (sopa) da farinha diariamente.

Pode ser adicionada em batidos, sopas, saladas e em receitas de bolos.

Veja também: O câncer é eliminado em apenas 42 dias, conheça o suco que curou mais 45 mil pessoas em todo mundo!