segunda-feira, 30 de maio de 2016

Tags:

Estudo mostra que 95% dos gays são católicos ou evangélicos e querem continuar em suas religiões, mas não conseguem

Um polêmico novo estudo, realizado no Instituto de Tecnologia de Wyoming, revela que pelo menos, noventa e cinco por cento de todas as pessoas homossexuais são atualmente ou que foram anteriormente católicos ou evangélicos devotos. 

No dia-dia moderno, tornou-se uma ocorrência normal para qualquer lésbicas, gays, bissexuais, transexuais ser envergonhado por quase todas as organizações religiosas.
Dr. Danielle Huggins, WIT , que participou do estudo diz: "O nosso exame de homossexuais devotamente religiosos vai mudar a face da homossexualidade e da igualdade no país". "Pode ser uma coisa boa, mas eu sinto como se os homossexuais estarão mais sob o fogo do que já estão. O que vai acontecer quando um fiel descobrir que pessoa que sentou-se ao lado dele durante o culto de domingo é gay? "

Dr. Huggins afirma que o estudo incidiu sobre as pessoas homossexuais e casais do mesmo sexo em todo o país. Os indivíduos em participação foram dados exames complexos em suas crenças religiosas, hábitos de vida e orientação sexual.

"Eu sinto que eu deveria ser capaz de ir à igreja e ter fé nas coisas em que acredito sem ser julgado", diz Stacie Beckworth, um participante da pesquisa WIT. "Eu sou um católico comprometido, e eu sinto que não é da conta de ninguém o que eu faço na minha vida pessoal. Ter uma namorada não me faz ser um ser inferior. Eu acredito em Deus, e eu quero que o povo de Deus acredite em mim. Isso é tudo."

"Deixei de ser Católica, porque eu sou gay", diz Sarah Baxter, que é uma outra contribuinte do estudo. "Eu entrei para uma Igreja Batista, e não disse pra ninguém sobre a minha orientação sexual. A Igreja Católica me evitou; Isso machuca. Eu quero ser a mesma pessoa religiosa que eu sempre fui. Eu ter que omitir a verdade sobre mim mesma para agradar os outros não é justo."

Em conclusão, WIT foi capaz de determinar que noventa e cinco por cento dos homossexuais católicos, um surpreendente setenta e oito por cento não deixaram a religião católica. Atualmente, apenas dez por cento dos homossexuais são não-denominacional, enquanto dezesseis por cento são protestantes, e uma gritante cinquenta e dois por cento têm se converteram a igreja batista. Dezessete por cento dos homossexuais têm ou continuam comprometido com a religião católica, ou pararam de assistir aos serviços religiosos todos juntos.

Veja também: Cientistas alemães provam finalmente em estudo extraordinário que existe vida após a morte