segunda-feira, 23 de maio de 2016

Tags: ,

''Mulheres que freqüentam a igreja vivem mais tempo do que as que não frequentam'' Afirmam cientistas de Harvard

Mulheres que frequentam mais vezes à igreja, podem viver mais tempo do que as mulheres que raramente freqüentam cultos religiosos. 

As conclusões deste estudo vem depois de 16 anos de pesquisa, e afirma que a participação em serviços religiosos foram relacionadas a uma redução substancial da mortalidade , diz Tyler J. VanderWeele, da Escola de Saúde Pública da Universidade de Harvard , em Boston. 

Vander Weele e colegas analisaram dados coletados a cada quatro anos entre 1996 e 2012, cerca de 75.000 mulheres que participaram da 'Nurse Health Study' a maioria era católica e evangélica. Cerca de 14.000 mulheres no estudo freqüentava a igreja mais de uma vez por semana, cerca de 30.400 frequentava uma vez por semana , e cerca de 12.000 compareceram menos do que uma vez por semana . Em adição, 18.000 não compareciam aos cultos, de acordo com a Fox News . As mulheres que freqüentavam a igreja regularmente as chances de morrerem jovens eram de 33 por cento menor, isso durante o período do estudo, em comparação com aquelas que nunca participaram. 
As mulheres que participaram dos cultos pelo menos uma vez por semana tinham 23 por cento menos chances de morrer, e as mulheres que participaram uma vez por semana tinham 26 por cento a menos a probabilidade de morrer jovem. Em geral, a pesquisa constatou a frequência de comparecimento à igreja, está relacionado a uma probabilidade menor de morte por uma variedade de doenças, incluindo doenças cardiovasculares e câncer. Os pesquisadores relataram que a causa e o efeito da freqüência à igreja pode ajudar na qualidade de vida. Ainda é difícil de quantificar, mas os resultados fornecem uma descoberta fascinante Dr. Dan, um alemão de Blaze, da Duke University Medical Center, também disse: "Sabemos que os mecanismos da pesquisa não falham, e especialmente deste estudo, que tanto enfatizou a importância da participação em serviços religiosos para a saúde." Concluiu.

Veja também: Está chegando a hora: Cristãos flagram aparição de um dos ''cavaleiros do apocalipse'' nos céus da Malásia