quarta-feira, 11 de maio de 2016

Tags: ,

Religiosos estão ficando cada vez mais sem respostas: Nasa descobre mais 1.284 novos planetas fora do nosso sistema solar!

Washington, EUA. A Nasa anunciou ontem a descoberta, pelo telescópio espacial Kepler, de 1.284 novos planetas fora do nosso sistema solar.

“Esse anúncio mais do que duplica o número de exoplanetas descobertos pelo telescópio Kepler”, indica Ellen Stofan, cientista-chefe da agência espacial norte-americana. “Isso nos dá esperança de que em algum lugar lá fora, em torno de uma estrela muito parecida com a nossa, poderemos, eventualmente, descobrir um planeta parecido com a Terra”, acrescentou.

O observatório espacial Kepler, que foi lançado em 2009, monitorou 150 mil estrelas em busca de sinais de corpos em órbita, particularmente aqueles que poderiam ser capazes de sustentar a vida.

Esse trabalho se faz através da observação de um escurecimento da luz da estrela, conhecido como “trânsito”, cada vez que um planeta passa orbitando diante dela.

“Dos cerca de 5.000 candidatos a planetas encontrados até agora, mais de 3.200 já foram verificados, e 2.325 deles foram descobertos pelo Kepler”, indicou a Nasa em um comunicado.

A nova descoberta inclui cerca de 550 corpos que poderiam ser planetas rochosos como a Terra, com base em seu tamanho. “Nove desses novos planetas descobertos orbitam zonas habitáveis do seu sol, que é a distância de uma estrela onde podem registrar temperaturas que permitam a existência de água em forma líquida”, prosseguiu. Esses nove exoplanetas potencialmente habitáveis se somam a 21 outros exoplanetas já conhecidos por orbitarem a zona habitável de suas estrelas. Fonte: Jornal O tempo

Com as novas descobertas a religião vai ficando cada vez mais sem respostas e embasamento escrito para poder se escorar em suas falsas verdades, ou verdades incompreendidas. Com o tempo uma grande verdade virá a tona: A de que não estamos sozinhos nesse imenso universo!

Leia também: Ministro Russo confirma presença alienígena na terra e diz que a revelação causaria ''pânico mundial''