quinta-feira, 5 de maio de 2016

Tags: , , ,

Os cientistas agora tem certeza: ''A vida alienígena existe em outros planetas''

Estamos sozinhos no universo? A questão de saber se existem ou não outras civilizações avançadas em algum lugar do vasto universo tem sido uma das mais desconcertantes incertezas na ciência. Mas uma nova pesquisa sugere que as chances de os seres humanos serem a única espécie inteligente que já existiu estão próximas a zero. 

Em um estudo recente publicado na revista Astrobiology, os pesquisadores Adam Frank e Woodruff Sullivan usaram dados para reformular a famosa equação de Drake.
 Introduzido pelo Dr. Frank Drake em 1961, a equação original de Drake identificada fatores específicos sobre o desenvolvimento de civilizações avançadas, a fim de estimar o número de civilizações tecnológicas que podem existir actualmente em nossa galáxia. Durante a última metade de um século, tem sido a ferramenta mais amplamente aceita na comunidade científica para prever a actual existência de outras civilizações avançadas. No entanto, existem três grandes incertezas da equação de Drake. "Não conhecíamos antigamente, o número aproximado de quantas estrelas existem no universo", Frank explicou em um comunicado. "Nós não sabemos quantas dessas estrelas tinham planetas e que poderiam abrigar vida, quantas vezes a vida pode evoluir e levar até chegar em seres inteligente. 

Mas, graças ao satélite Kepler da NASA e de outras pesquisas, sabemos agora que cerca de um quinto das estrelas têm planetas em "zonas habitáveis", onde as temperaturas poderia suportar a vida como a conhecemos. Portanto, uma das três grandes incertezas ficou limitada.

 "A VIDA ALIENÍGENA EXISTE EM OUTROS PLANETAS''

Embora ainda é completamente desconhecida quanto tempo outras civilizações possa sobreviver, uma simples mudança de semântica para a questão proposta elimina este problema completamente. Ao olhar para a probabilidade de quantas vezes na história da vida do universo evoluiu para um estado avançado, Frank e Sullivan estimaram uma em 10 bilhões de trilhões de chance de que os seres humanos não são a única espécie inteligente que já existiu. "Um em cada 10 bilhões de trilhões é incrivelmente pequeno", disse Frank. "Para mim, isso implica que outras, espécies inteligentes produtoras de tecnologia muito provavelmente evoluíram antes de nós." Embora as chances sejam extremamente elevadas de que não somos a primeira civilização inteligente que já existiu, a pergunta original ainda permanece: Existem outras civilizações avançadas que existem atualmente? "O universo é mais de 13 bilhões de anos", explica Sullivan. "Isso significa que, mesmo que tenha havido um milhar de civilizações em nossa própria galáxia. 

Veja também: NASA admite abertamente que vida extraterrestre existe: Prepare-se para divulgação!