quinta-feira, 16 de junho de 2016

Tags: ,

Arquivos X do Reino unido devem ser desclassificados ainda esse ano e provar a existência de visitantes extraterrestres

Os 18 arquivos relacionados com o fenômeno UFO só vieram à tona no ano passado, quando o Ministério britânico da Defesa (MoD) admitiu que existia e tinha sido retido a partir de um exercício de desclassificação anterior. 

SERÁ QUE A VERDADE SOBRE OS ÓVNIS SERÃO LANÇADO NOS ARQUIVOS? 

Em 2013 o Ministério da Defesa alegou que tinha tornado público todos os seus arquivos alienígenas anteriormente ultra-secretos, mas com o passar do tempo, as restrições sobre esses arquivos foram aumentando.
Agora o site paranormal alemão, Genzwissenschaft-Aktuell.de (Grewi), revelaram que eles vão a público em agosto. Em resposta a um inquérito do editor Andreas Muller, um porta-voz do Departamento de Gestão de Informação dos Arquivos Nacionais 'disse: "Fui aconselhado pela nossa equipe de transferência que os arquivos estão atualmente em processo final de listagem para os registros, que incluem os arquivos ufológicos, e eles estão esperançosos de que os registros serão transferidos do ministério da Defesa para o Arquivo Nacional no próximo mês.

Acredita-se que alguns dos conteúdo centrais girem em torno de investigações sobre o caso Rendlesham de 1980 - muitas vezes apelidado de Roswell da Grã-Bretanha após a alegada queda de um disco voador no deserto do Novo México, em 1947, que ficou conhecida mundialmente , que foi admitida e, posteriormente, negada pelos militares dos EUA. A lenda de Rendlesham nasceu quando três oficiais norte-americanos situados em uma base da RAF Bentwaters, perto Mildenhall, Suffolk, reivindicaram ter visto uma "nave em forma triangular" aterrizada em madeireiras nas primeiras horas de 26 de dezembro de 1980. O Coronel Charles Halt, 76, que era vice-comandante da base, na época, não estava presente durante o primeiro encontro, mas foi dito manhã seguinte. 

Ele afirmou que os policiais viram as luzes e, em seguida, um UFO "no chão" e que durante um período de 40 minutos os seus sistemas de comunicação ficaram "fora do ar". 

Os três oficiais - John Burroughs, Bud Steffens, e James Penniston, disseram mais tarde que tiveram o sentimento de ficarem "estáticos", quando eles observaram luzes intermitentes do objeto. Sr. Halt disse, em seguida, na noite de 27 de dezembro 1980 oficiais tinha gritado: "Ele está de volta". Ele passou a investigar com uma equipe que encontrou um "buraco de impacto" de 3 metros, danos às copas de árvores e "níveis de radiação superiores" na área de "aterrizagem". O caso foi investigado pelos ativistas do MoD mas, quaisquer explicações substanciais foram dadas. 

O Ministério da Defesa também confirmou que alguns arquivos abrangem temas como controle de tráfego aéreo, relatos de óvnis e relatórios relacionados com o radar. Nick Pope, que anteriormente investigava Óvnis para o Ministério da Defesa, que agora é um orador experiente em conferências relacionadas com o UFO, disse a Express.co.uk que ele saudou a libertação. Ele disse que seria de interesse, mas não pode incluir qualquer evidência "fumegante". 

Ele disse: "Tendo visto e trabalhado em muitos destes  X-Files da vida real Estou satisfeito que eles vão, finalmente, ser lançados''. 
"A publicação destes arquivos serão particularmente oportuna tendo em conta as recentes declarações sobre este assunto feita pela candidata presidencial Hillary Clinton." Clinton prometeu desde Janeiro que se ela entrar na Casa Branca , ela irá desclassificar todos os documentos secretos americanos relacionados com o fenômeno Ufo.(via express.co.uk )

Veja também: Engenheiro aposentado da Marinha americana denuncia: ''Existem bases alienígenas na Antártida, há uma colaboração entre raças''