segunda-feira, 13 de junho de 2016

Tags:

Idoso de 99 anos diagnosticado com câncer emociona ao dizer: ''Se eles conseguiram me curar aos 100 anos de idade, eles conseguem fazer qualquer coisa”

É impressionante o que descobriram, após este senhor de 99 anos sentir dores no estômago… É sem dúvida uma grande esperança para todos nós!

O viúvo de 99 anos, Victor Marston, estava pronto para viajar, quando começou a sentir dores no estômago e foi levado às pressas até o Hospital Royal Bornemouth. Lá descobriu-se a presença de um tumor cancerígeno no seu intestino.

O cirurgião Sanjaya Wijeyekoon realizou diversos exames no nonagenário antes da operação de retirada do tumor e Marston foi aprovado para fazer a cirurgia devido a seu bom histórico de saúde.

Quando Marston voltou, disseram que a cirurgia tinha sido bem-sucedida e o tumor – que ele não sabia da existência -tinha sido removido.

Em entrevista ao Telegraph, o pensionário, que já combateu o cancro do intestino duas vezes nos últimos oito anos, disse: “Eu não sabia que tinha cancro. É comum não receber nenhum sinal do tumor. Eles disseram ‘você está livre do cancro’ e eu disse ‘obrigado deus por isso, ainda tenho muito para fazer!'”

Marston completará seus 100 anos daqui apenas seis meses. Há nove anos, Victor perdeu sua esposa Doris após uma batalha contra o Alzheimer e sua filha, Carol, que perdeu a luta contra uma forma rara de cancro do pulmão aos 58 anos.

Segundo o cirurgião Sanjaya, o senhor Marston é uma verdadeira inspiração e demonstra que não importa a idade, todos devem ter direito à saúde e serem tratados da mesma forma.

Doze dias após tratamento, Marston recebeu alta com um ótimo histórico de saúde. “Não acredito que sou a pessoa mais velha a ser curada do cancro. Se eles conseguem curar cancro aos 100 anos de idade, eles conseguem fazer qualquer coisa”. Compartilhem com seus familiares essa poderosa mensagem de esperança! Via: Altamente.org
Fonte texto / imagens: telegraph.co.uk

Veja também: Extraordinário: Cientistas dizem que o corpo humano pode absorver energia de outros seres humanos