terça-feira, 12 de julho de 2016

Tags: , ,

Sinistro: Esta foto secreta tirada por americanos mostra o quão perigoso é estar em um lugar repleto de Radiação

À primeira vista, é difícil saber o que está acontecendo nesta imagem. Um cogumelo gigante parece ter brotado no chão da fábrica, onde os homens fantasmagóricos com capacete de segurança parecem estar flutuando. Mas há algo de inegavelmente sinistro sobre a cena, por uma boa razão. Você está olhando para a maior aglomeração de uma das substâncias mais tóxicas já criadas: derme. 

Notavelmente, o homem provavelmente ainda está vivo. A história de como o Estados Unidos tem esta foto singular de um ser humano na presença deste material extremamente tóxico é em si  é cheia de mistérios, quase tanto como por que alguém iria tirar o que é essencialmente uma selfie com um pedaço de lava fundido irradiada?

 Esta imagem veio pela primeira vez para a América no final de 1990, depois que o governo ucraniano recém-independente assumiu a fábrica e configurou o Centro de Chernobyl para a Segurança Nuclear. Logo depois, o Centro convidou outros governos para colaborar em projectos de segurança nuclear. O Departamento de Energia dos EUA bateu no Pacific Northwest National Laboratories (PNNL)  do centro de ciência movimentada em Richland, Washington, para ajudar . Em 2001, ele trouxe um repórter da Associated Press de volta para o núcleo, onde a radiação ainda media 800 roentgens por hora. Em 2009, Marcel Theroux, o célebre romancista (e filho do escritor Paul Theroux e primo do ator Justin Theroux) escreveu um artigo para a Travel + Leisure sobre a sua viagem. O homem da foto, Viktor Korneyev,  fez a mesma piada sarcástica que ele faria alguns anos mais tarde, em um artigo do New York Times. Seu status atual é obscuro.  O senso de humor de Korneyev permaneceu intacto, apesar de tudo. Ele parecia não ter arrependimentos sobre o trabalho de sua vida. "A radiação Soviética", brincou ele, "é a melhor radiação no mundo."  Concluiu.

Veja também: Conheça 12 das mais insanas super tecnologias desenvolvidas pelos Nazistas - Surpreendente !