terça-feira, 9 de agosto de 2016

Tags: , ,

Cientistas irão iniciar um projeto de criação de híbridos e religiosos ficam revoltados: ''O homem não deve brincar de ser Deus''

O governo dos EUA já aprovou o financiamento federal para a investigação relacionada com a criação de híbridos animais/humanos conhecidos como quimeras. O Instituto Nacional de Saúde diz que o dinheiro será usado para criar embriões híbridos, na esperança de encontrar curas para doenças existentes. 

O governo federal anunciou planos na quinta-feira passada para levantar a moratória sobre o financiamento de certos experimentos controversos que usam células-tronco humanas para criar embriões animais que são parcialmente humanos. Um problema é que os cientistas podem, inadvertidamente, criar animais que têm cérebros parcialmente humanos, dotando-os de alguma aparência de consciência humana ou habilidades de pensamento humanos. 

A política propõe proibir a introdução de certos tipos de células humanas em embriões de primatas não-humanos, tais como macacos e chimpanzés, em idades mais precoces do desenvolvimento do que o que estava atualmente proibida. Mas a política iria levantar a moratória sobre experiências de financiamento envolvendo outras espécies. Por causa das preocupações de ordem ética, porém, pelo menos, alguns dos experimentos iria passar por uma camada extra de revisão por uma nova comissão, especial de funcionários do governo. Os animais que irão serem criados serão capazes de produzir ovos e esperma humano, a fim de estudar o desenvolvimento humano e infertilidade. Isto é o que o vice-presidente sênior da PETA de exames laboratoriais tinha a dizer sobre o assunto: Consciência, pensamentos e emoções não são exclusivos apenas para o ser humano. Nós compartilhamos isto com todas as outras espécies. Então, se é moralmente a problemática experimentarmos em uma quimera contendo células humanas, então é errado - e sempre foi - fazer experimentos em cães, macacos e ratos usados ​​agora pelos milhões em laboratórios espalhados no mundo todo. Para os defensores dos animais, a resposta é clara e objetiva: ''Os cientistas não deve ser supremacistas. Eles podem e devem parar de prejudicar todos os animais.'' E para os religiosos, o homem simplesmente deve parar de brincar de ser ''Deus''.

E você qual a sua opinião sobre o assunto? Deixe abaixo comentários!

Veja também: Novo estudo sugere que linhagem de faraós egípcios foi sujeita a manipulação genética por alienígenas