sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Tags: , , , ,

Ex-Militar denuncia: ''Os EUA estão construindo naves com tecnologia reversa de origem alienígena''

Em 1993, durante uma palestra na UCLA Alumini Center, Ben Rich, o ex-CEO da Lockheed Martin realizou um discurso muito interessante sobre os avanços tecnológicos em engenharia espacial em um período de quarenta anos. Ele concluiu seu discurso com a seguinte citação: '' Agora temos a tecnologia para levar o ET pra casa "- Ben Rich, CEO da Lockheed Skunk Works, 1993 Ao falar sobre ET a última imagem do slide mostrou um objeto em forma de disco preta misteriosa voando para o espaço exterior. O que foi o Sr. Richj quis nos dize com a imagem? 


Lockheed projetou e construiu uma série de aeronaves incrível incluindo o SR-71 Blackbird, o F-22 Raptor e F-117 Nighthawk, todas elas com o estado da arte da tecnologia que ninguém mais tinha na sua posse. Suas aeronaves foram únicas, rápidas e letais. 

Muitas pessoas acreditam que a Lockheed definitivamente entrou na posse da tecnologia alienígena avançada que conseguiram reestruturar criando os combatentes da próxima geração. É possível que a Lockheed seja responsável pelos discos voadores tripulados? É possível que Lockheed combinada invenções de Tesla com tecnologia alienígena e re-engenharia que lhes permitiu criar veículos aéreos sem precedentes e até mesmo naves espaciais? Veículos que foram mantidos longe dos olhos curiosos do público. A partir de 2000, se não um pouco mais cedo, as pessoas começaram a pensar de forma diferente, o interesse pela vida extraterrestre e tecnologia extraterrestre, os governos poderiam manter-se com o elevado interesse do público nos indivíduos que provavelmente levou à inúmeros arquivos ufológicos desclassificados disponibilizado para o público em anos recentes. Em entrevista à BBC britânica, o administrador do sistema Gary McKinnon, a pessoa que invadiu os computadores da NASA , disse que ele tinha sido motivado pelo Disclosure Project, já que "há alguns muito credível, baseado nestas pessoas, todos dizendo sim, há tecnologia de OVNIS, há anti-gravidade, não há energia livre, e é de origem extraterrestre e eles capturaram naves espaciais e usam a engenharia reversa. " De acordo com McKinnon, ele descobriu vários arquivos, entre eles uma planilha contendo os nomes e detalhes sobre oficiais extraterrestres e logs de frota. McKinnon procurou os dos oficiais extraterrestres 'no banco de dados do Exército dos EUA e da Marinha e concluiu que os oficiais estavam longe de ser encontrados. Ele concluiu que esses "oficiais" misteriosos tinha que ser da Space Marines . McKinnon viu inúmeras imagens de OVNIs armazenados nos computadores da NASA no Centro Espacial Johnson no Edifício 8 entre outros documentos altamente classificados. McKinnon foi preso em 2002 e foi sentenciado a mais de 50 anos de prisão e milhões de dólares em multas. Felizmente, McKinnon que fugiu para o Reino Unido nunca foi extraditado para os EUA e conseguiu evitar a prisão. McKinnon acredita firmemente que veículos extraterrestres foram capturados pelos governos ao redor do mundo, e ele também acredita que a humanidade foi capaz de reverter a engenharia com a tecnologia de criar naves espaciais altamente avançados que são hoje completamente funcionais. 

De acordo com Jack A. Shulman, presidente da American Computer; a invenção do transistor pode ter sido inspirada pelo estudo dos restos de uma nave espacial alienígena que tinha caido, basicamente pelo processo de reverter a tecnologia. Tecnologia reversa alien foram mencionadas pela primeira vez em 1997, quando, American Computer Company (ACC) sugeriu a possibilidade de que o estudo dos restos de uma nave alienígena caiu em Roswell, em 1947, ou de outra nave espacial alienígena poderia ter sido definitivo para a desenvolvimento do transistor, feito em 1948 por Shockley, Bardeen e Brattain no Centro de Pesquisa de circuitos eletrônicos no Bell Laboratories. A base para essas afirmações são uma série de documentos e testemunhos que supostamente estavam na posse de ACC. Esta teoria combina as histórias de muitos outros, entre eles, o ex-tenente-coronel Phillip Corso, que em seu livro; ''O Dia Depois de Roswell'', reivindica que fez parte da equipe que entregou os restos do objeto que tinha caído e peças entregues a diferentes departamentos dos Laboratórios Bell.

 
Veja também: Confirmado pelo FBI: ''Somos visitados por seres extraterrestres e interdimensionais''