sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Tags:

Pesquisador afirma ter entrevistado um ser Reptiliano e divulga entrevista na integra - Veja

Em 1999 e 2000, o autor conheceu e realizou entrevistas longas com uma fêmea reptiliana chamado Lacerta e os publicou em seu site em 2004. Abaixo, você vai encontrar o texto completo sobre as duas entrevistas realizadas. 


Pergunta: Em primeiro lugar, quem é você e o que você é? Você é de uma espécie extraterrestre ou a sua origem ser encontrada neste planeta? 

Resposta: Como você pode ver com seus próprios olhos, eu não sou um ser humano como você e para ser honesto eu não sou mamífero eu (apesar das minhas características do corpo, em parte, semelhantes a mamíferos, que são um resultado da evolução.) sou um ser réptiliano, pertencente a uma raça reptiliana muito antiga. Nós somos os terráqueos nativos e vivemos nesse planeta há milhões de anos. Estamos mencionado em seus escritos religiosos, como a Bíblia cristã e muitas das antigas tribos humanas estavam cientes da nossa presença e nos adoravam como deuses, por exemplo, os egípcios e os Incas e muitas outras tribos antigas. Sua religião cristã não entendeu o nosso papel na sua criação, por isso, somos mencionados como "serpente do mal" em seus escritos.
Isso está errado. Sua raça foi geneticamente modificada por alienígenas e nós estávamos passivos diante deste processo de evolução acelerada. Você deve saber (alguns de seus cientistas já suporão isso) que sua espécie tinha evoluído em uma velocidade naturalmente completamente impossível dentro de apenas 2-3 milhões de anos. Isto é absolutamente impossível, porque a evolução é um processo muito mais lento se é natural, mas você não entendeu isso. Sua criação foi artificial e feito por engenharia genética, mas não por nós, mas por uma espécie alienígena. Se você me perguntar, se eu sou um extraterrestre, devo responder que não. Nós somos terráqueos nativos. Tivemos e temos algumas colônias no sistema solar, mas nossa origem é a terra. É, de facto, o nosso planeta e não o seu - ele nunca foi seu. 

Pergunta: Pode dizer-me o seu nome? 

Resposta: Isso é difícil, porque a língua humana não é capaz de pronunciá-lo corretamente nossa linguagem é muito diferente da sua, mas meu nome é - Vou tentar dizê-lo mais suave e é algo como "Sssshiaassshakkkasskkhhhshhh" com um muito, muito forte pronúncia do "sh" e "k" . Não temos nomes próprios como você, mas apenas um único, mas único nome que é dividido e caracterizado pelo modo de falar e que não é dado às crianças. Por favor, me chame de "Lacerta", este é o nome que eu geralmente uso quando estou entre os seres humanos e falo com eles.

Se você achou interessante confira o vídeo abaixo e veja por completo a entrevista:

 
Veja também: Em 1974 mandamos uma mensagem para o espaço e os extraterrestres nos responderam desta forma...