quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Tags: , , ,

Stephen Hawking alerta: ''Temos menos de 100 anos para salvar a humanidade de um desastre global''

O físico teórico identificou a inteligência artificial (AI), extraterrestres a guerra nuclear e vírus geneticamente modificados como apenas alguns dos problemas causados ​​pelo homem que representam uma ameaça iminente à humanidade. 


ESTAMOS "PRESOS" PELOS NOSSOS PRÓPRIOS AVANÇOS 

E o físico de 74 anos de idade disse que à medida que avançamos rapidamente nestes domínios, haverá "novas formas de coisas que podem dar errado". Estamos em um ponto na história onde estamos "presos" pelos nossos próprios avanços, com a humanidade cada vez mais em risco de ameaças feitas pelo homem, mas sem tecnologia sofisticada o suficiente para escapar da Terra em caso de um cataclismo. Ele advertiu: "Embora a chance de um desastre para o planeta Terra em um determinado ano possa ser muito baixa, acrescenta-se ao longo do tempo, e torna-se quase uma certeza nos próximos mil ou dez mil anos." Por esse tempo, devemos ter nos espalhado no espaço, e outras estrelas, por isso, um desastre na Terra não significaria o fim da raça humana. "No entanto, não vamos estabelecer colônias auto-suficientes no espaço por pelo menos nos próximos cem anos, por isso temos que ter muito cuidado neste período." Ele acrescentou que os seres humanos têm um talento especial de "salvar o dia" e instou colegas cientistas a continuar tentando fazer avanços em seus respectivos campos . 

Prof Hawking disse: "Nós não vamos parar de fazer progresso, ou revertê-lo, por isso temos de reconhecer os perigos e controlá-los. Eu sou um otimista, e eu acredito que nós podemos. "É importante garantir que estas mudanças estejam indo na direção certa." Em uma sociedade democrática, isto significa que todo mundo precisa ter uma compreensão básica da ciência para tomar decisões informadas sobre o futuro. Concluiu.

E você leitor, o que acha? Qual será a maior ameaça da humanidade nos próximos 100 anos?

Veja também: Cientistas do CERN desligam o LHC desesperadamente antes que ele causasse uma catástrofe mundial!