quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Tags: ,

Alerta: Cientistas descobrem outra estrela que poderia ser uma mega estrutura feita por alienígenas do espaço!

Em outubro, a estrela KIC 8462852 exibiu um estranho padrão de luz. Os astrônomos observaram que o brilho da KIC 8462852 tinha decaido 22%. Normalmente, quando um planeta passa na frente de uma estrela, brilho da estrela mergulha apenas por 1%. Isto sugere que algo grande tinha passado a estrela que fez com que seu brilho caísse por uma quantidade tão significativa que o normal. 


Os astrônomos nunca tinha observado nada parecido antes. Eles tinham certeza de que isso era uma grande surpresa. Outra estrela, EPIC 204278916, que foi descoberta em 2014 pela nave Kepler, também mostrou alguns mergulhos de luz estranhos também. Isso atraiu a atenção dos astrônomos. Esta estrela mostrou escurecimento irregular por quase 65% durante 25 dias consecutivos, de acordo com o relatório de pesquisa. A única coisa que torna isso tão interessante é que se um planeta só iria causar escurecimento em 1%, o que poderia causar escurecimento em 65%? Bem, as pesquisas tentam dar algumas possíveis explicações para o escurecimento da KIC 8462852. 

E ISSO É AINDA MAIS ESTRANHO QUE A KIC 8462852 

Eles sugeriram que o escurecimento possa ser causado por um enorme enxame de cometas que ficaram orbitando a estrela. Eles também sugeriram que a KIC 8462852 estrela é uma estrela distorcida, portanto, gira tão rápido que tem um raio maior no equador do que nos pólos . "Isso produz temperaturas mais elevadas e 'brilho' nos pólos, enquanto o Equador é, consequentemente, escurecido", de acordo com Paul Gilster de Centauri dreams. Outra teoria sugere que a dimerização seja causada por uma esfera gigantesca feita de painéis solares que circundam a estrela. Como Jason Wright, um astrônomo, disse ao The Atlantic, Aliens devem ser considerados como uma hipótese possível porque algo como isso só pode ser construído por uma civilização extraterrestre. A hipótese distorcida da Estrela foi rejeitada por muitos pesquisadores, pois, como um estudo indica, para escurecer o brilho das estrelas em 20%, exigiria 648, 00 cometas para cercá-lo e cada um deve ser de 200 km de distância. Até o fechamento desta matéria a equipe que está observando a EPIC 204278916 sugeriram que o escurecimento também pode ser causado por um disco protoplanetário que bloqueia a luz da estrela em determinados momentos e faz com que, assim, apareçam as leituras estranhas.
Se isso for verdade, uma nova "evolução precoce de uma classe de estrelas" seria descoberto, de acordo com Siegel. Mas, ainda há um longo caminho a percorrer nesta pesquisa. 

Veja também: Os Nefilins: ''A raça hibrida de gigantes que aterrorizou a terra no passado pode ter realmente existido''