quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Tags:

Médicos confirmam e a mídia se cala: Gengibre elimina o câncer de ovário e o câncer de próstata melhor do que a quimioterapia!

Graças a pesquisa da Universidade de Michigan e quase três séculos de uso medicinal, podemos agora utilizar o gengibre, não só para eliminar as células do câncer de ovário, mas também as células do câncer de próstata com zero toxicidade.


Verdadeiramente entre os grandes remédios do mundo, o gengibre tem sido muito utilizado para tratar a inflamação e as náuseas, mas os resultados apresentados em uma sessão na American Association for Cancer Research mostram que em cada vez onde o gengibre em pó foi usado para o tratamento de células cancerosas, todas elas morreram em 
consequência da sua exposição ao composto. No jargão médico isso é chamado de apoptose (suicídio de células cancerígenas). Quando o gengibre está presente, as células até mesmo atacam umas as outras, o que é chamado de autofagia.

Enquanto o gengibre tem sido considerado um ótimo remédio natural para aqueles que estão passando pela quimioterapia, ele também pode ser usado em quantidades maiores para tratar o câncer por si próprio.
Outro estudo que mostra a capacidade do gengibre em combater o câncer de ovário conclui que:

“O gengibre inibe o crescimento e modula a secreção dos fatores angiogênicos em células de câncer de ovário. O uso de agentes alimentares como o gengibre podem ter potencialidades no tratamento e prevenção do câncer de ovário“.

O gengibre também foi comprovado por tratar o câncer de próstata. O British Journal of Nutrition publicou recentemente os resultados de um estudo americano no qual o extrato de gengibre (Zingiber officinale) matou as células cancerosas da próstata humana, enquanto as células saudáveis da próstata foram deixadas sozinhas. Foi revelado que o extrato integral de gengibre é capaz de encolher o tamanho do tumor da próstata em um colossal 56%. (Os pesquisadores usaram alimentação oral diária de 100 mg/kg por peso corporal de extrato de gengibre em ratos).

“Notavelmente, a alimentação oral diária de 100 mg/kg por peso corporal de extrato de gengibre inibiu o crescimento e a progressão de xenoenxertos PC-3 em cerca de 56% em ratos, como demonstrado por medições do volume do tumor. O tecido do tumor dos ratos tratados com o extrato de gengibre mostraram redução do índice de proliferação e apoptose generalizada em comparação com os ratos usado como controle, como determinado pela immunoblotting e métodos de imuno-histoquímica. Mais importante ainda, o extrato de gengibre não exerceu qualquer toxicidade detectável em tecidos normais, que se dividem rapidamente tais como o intestino e a medula óssea. De acordo com o nosso conhecimento, este é o primeiro estudo a demonstrar a atividade anticâncer in vitro e in vivo do extrato integral de gengibre para o tratamento do câncer de próstata“.

Acrescentando ainda aos benefícios do gengibre, o tempero não tem toxicidade quando consumido mesmo em doses elevadas, e não faz com que as pessoas sofram os efeitos colaterais muito desagradáveis dos tratamentos da quimio e radioterapia. A American Cancer Society admite que mais de 15% dos homens serão diagnosticados com câncer de próstata, e mais de 20.000 mulheres americanas serão diagnosticadas com câncer de ovário neste ano. Muitos destes casos podem ser remediados com o gengibre.
Enquanto a indústria farmacêutica faria esses homens e mulheres sofrerem tratamentos muito invasivos, um simples pó de gengibre pode provocar que suas células cancerosas cometam uma morte certa.

Veja também: Fruto do paraíso: Além de saborosa é um milagre para saúde podendo até combater o câncer mas, poucas pessoas sabem disso...