segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Tags:

ALERTA: 5 Sinais importantíssimos que teu corpo mostra quando estás prestes a ter um AVC

Ele dá sinais antecipadamente, é preciso é que os conheças e compreendas, para tomares as devidas precauções!



O acidente vascular cerebral (AVC), também chamado de derrame, é uma das principais causas de morte no mundo.

Ele divide-se em dois tipos:

Acidente vascular isquémico – falta de circulação numa área do cérebro devido à obstrução de uma ou mais artérias por ateromas, trombose ou embolia.
Ocorre em pessoas mais velhas como consequência do diabetes, colesterol elevado, hipertensão arterial, problemas vasculares e fumadores.

Acidente vascular hemorrágico – sangramento cerebral provocado pelo rompimento de uma artéria ou vaso sanguíneo provocado pela pressão arterial elevada, problemas na coagulação do sangue, traumatismos.
Pode ocorrer em pessoas mais jovens e é mais grave.

O facto é que homens e mulheres de qualquer idade podem sofrer desse mal.

Por isso é muito importante saber os sinais de que um AVC está prestes a ocorrer.

Esta informação pode salvar a sua vida ou a vida de alguém que você ama.

Aqui estão os cinco sinais de aviso de um derrame:

1. Equilíbrio

A pessoa que está a sofrer um acidente vascular cerebral perde o equilíbrio e coordenação.

2. Visão

É outro sinal muito importante.

Se a pessoa fica com dificuldades visuais (vista escura, borrada), ela pode sim está passando por um acidente vascular cerebral.

3. Rosto/Face

O derrame revela-se também no rosto: uma parte do rosto fica paralisado, os olhos podem ficar sonolentos e a boca pode ficar torta.

4. Braços

Num AVC, os movimentos dos braços serão afectados.

A pessoa sentirá fraqueza neles.

5. Fala

A pessoa que está a ter um AVC tem dificuldade para falar, pronunciando as palavras de forma arrastada.

Esses são os cinco principais sinais de que um AVC está a ocorrer.

E nessa situação o tempo é muito importante e factor determinante para salvar a vítima.

Por isso, ao notar esses sinais em alguém, leve-o imediatamente à emergência de um hospital.

Agora veja o que pode provocar o derrame:

Hipertensão
Diabetes
Colesterol alto
Fumo
Consumo excessivo de álcool
Obesidade
Problemas cardíacos
Consumo de drogas ilícitas
Condições genéticas

Pode prevenir, ou pelo menos reduzir os ricos de derrame cerebral, mediante algumas atitudes, como:

Ter uma boa alimentação
Evitar excesso de sal
Não fumar
Não beber (ou beber muito pouco)
Praticar exercícios físicos
Evitar o consumo de gorduras de má qualidade (como a de carnes embutidas)
Ter a pressão arterial controlada
Perder peso, caso tenha em excesso
Evitar o excesso de açúcar
Diminuir o stresse
Controlar os níveis de colesterol
Aumentar a actividade cognitiva, como leitura, xadrez, exercícios manuais e aprender coisas novas
Uma receita natural para prevenir o derrame

Esta receita é bem simples. E ela se resume a dois ingredientes: água morna e limão.

Consumir água morna com limão fornece uma boa quantidade de Orac.

Não sabe o que é Orac?

De forma resumida, o índice Orac (acrónimo para “Oxygen Radical Absorbance Capacity”, ou capacidade de absorção dos radicais oxigenados) é um método de quantificação das capacidades antioxidantes.

Não entendeu?

Vamos descomplicar, Orac é uma medida que criaram para medir a capacidade de antioxidantes dos alimentos. Quanto mais Orac houver num alimento, maior será a sua oferta de antioxidantes. E esta bebida com água morna e sumo de limão é riquíssima em Orac.

Como consequência, ela é um potente protector contra o envelhecimento precoce e contra doenças como AVC e cancro.

E como se faz e se toma esta bebida?

Só precisa de espremer um limão e adicionar a um copo de água morna.
Se quiser, e se não for diabético, adoce com uma colher (sopa) de mel.

O ideal é tomar esta receita todos os dias para que ela torne o seu corpo mais resistente a doenças, inclusive ao derrame.

É importante que partilhe esta noticia para teus amigos e familiares pois podes vir a salvar a vida deles!